Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

30 de agosto de 2017 17:26

Aluno de Fisioterapia do Campus Mossoró cria projeto de saúde para apoiar idosos

Projeto Velho Amigo é uma iniciativa estudantil de Richard Medeiros e terá participação de acadêmicos de vários cursos da Escola da Saúde

Trinta e dois alunos da Escola da Saúde do Campus Mossoró participarão no segundo semestre de 2017 do projeto Velho Amigo, iniciativa estudantil aprovada pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE UnP) e apoiada pela Universidade Potiguar. A ação é coordenada pelo aluno Richard Medeiros, da 8ª série de Fisioterapia, e visa levar ações de saúde e qualidade de vida para grupos de idosos atendidos em duas instituições da cidade e já conta com a participação de cinco Cursos de Graduação.

A proposta do projeto surgiu como forma de vincular acadêmicos de diversos cursos que pagam disciplinas nas áreas de Gerontologia, colocando em prática o que já vivenciaram na sala de aula. “O objetivo com o trabalho é, além do enriquecimento pessoal, o crescimento profissional. Por ser um projeto multidisciplinar, é uma oportunidade para os alunos desenvolverem as habilidades para trabalhar em equipe e vivenciar a diferença no pensar de diversos acadêmicos”, afirma Richard Medeiros.

Todo o trabalho é feito sob orientação dos seguintes docentes: Prof. Dimas Morgan, de Educação Física; Prof. Fabio Gurgel, de Fisioterapia; Prof. Arthur Eduardo dos Santos, de Psicologia; Profa. Sheyla Pedrosa, de Serviço Social; e a Profa. Ana Katarina Oliveira, de Nutrição.

Além de intervenções com a comunidade idosa, os participantes do Velho Amigo poderão utilizar a oportunidade para a coleta de dados com a possibilidade de utilizá-los posteriormente para a produção de trabalhos acadêmicos e apresentação em eventos de suas áreas ou publicações em periódicos científicos.

As intervenções serão realizadas no Centro Geriátrico Dias, no bairro do Alto da Conceição, e Centro de Referência em Assistência Social (CRAS), do bairro Costa e Silva. Nos dois locais, os idosos participantes realizam algumas atividades, mas a proposta do Velho Amigo é ampliar e diversificar essas ações. “Um dos objetivos do projeto é tirar os idosos de uma vida rotineira. Esses espaços já realizam atividades como dança, oficinas de artes. Levaremos os acadêmicos de forma a oferecer a eles um trabalho multidisciplinar”, explica Richard.