Acessibilidade

Central de Atendimento: (84) 4020-7890

5 de setembro de 2016 12:05

Alunos da UnP são destaque no Congresso Brasileiro de Fisioterapia e apresentam projetos inovadores

Dois alunos de Fisioterapia da UnP chamaram atenção ao apresentar projetos inovadores durante o Congresso Brasileiro de Fisioterapia, que ocorreu entre os dias 31 de agosto e 3 de setembro em Recife. Daniela Gibson e Higor Araújo levaram para o COBRAF dois modelos de aplicativos e foram destaque no evento por apresentar soluções para o auxílio aos pacientes, o tratamento de lesões, a análise do grau de envelhecimento da face e o acompanhamento no tratamento das artroses.

Montado especialmente para apresentação de novas tecnologias usadas como aliadas nas intervenções fisioterapêuticas, o “Espaço Inovação” contou com três projetos, sendo dois de discentes da UnP e um da Universidade Federal de Pernambuco.

O aplicativo de Daniela chama-se “Martrose” e foi idealizado pela aluna juntamente com um grupo de amigos. Nele, o fisioterapeuta pode acompanhar o desenvolvimento do tratamento e analisar as melhoras obtidas. O aplicativo disponibiliza exercícios para pacientes com artrose nos joelhos e nos quadris. “Ele ainda é só uma ideia, mas o objetivo é fazer com que ele funcione e ajude no tratamento das artroses. Participar do COBRAF é uma motivação para me fazer trabalhar mais no aplicativo”, conclui Daniela.

O aplicativo criado por Higor Araújo é visa a avaliação facial. Ele analisa, a partir do sulco no ângulo nasogeniano, o grau de envelhecimento da face por fotos. “Esse aplicativo auxilia, principalmente, nos tratamentos de rejuvenescimento do rosto, a partir das imagens captadas e dos ângulos registrados ao longo do trabalho de recuperação da pele”, explica Higor Araújo, representante da instituição.

Além dos alunos da UnP, também foi destaque o IKAPP, um sistema interativo de reabilitação motora que proporciona ao paciente a realização dos tratamentos de terapia na sua própria casa. Idealizado por um grupo de alunos da UFPE, o aplicativo é baseado no reconhecimento de movimentos biomecânicos e funcionais com orientação e correção de exercícios errados.

A 21º edição do Congresso Brasileiro de Fisioterapia ocorreu de 31 de agosto a 3 de setembro e reuniu profissionais e estudantes de todo país.

Com informações e imagens do XXI Cobraf.