Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

17 de Abril de 2015 19:43

Alunos de RI e Administração participam de palestra com Diretora Regional da ONU

Alunos dos Cursos de Administração e Relações Internacionais da Universidade Potiguar tiveram uma oportunidade única na quinta-feira, 16 de abril. Na ocasião, a Diretora Regional da ONU Mulher para a América Latina e o Caribe, Luiza Carvalho, esteve em Natal e palestrou na Unidade Floriano Peixoto sobre os desafios e conquistas profissionais que alcança no exercício de sua profissão.

Integrante do Sistema das Nações Unidas desde 1999, Luiza apresentou como funcionam algumas rotinas de trabalho da ONU e a elaboração de planos de ações para ajudar regiões que tenham sofrido com desastres, e exemplificou com o fluxo de trabalhos e estratégias utilizado em 2012, quando ocupou a função de Coordenadora Residente do Sistema das Nações Unidas nas Filipinas, após a passagem do tufão Bopha.

Para a Professora da Universidade Potiguar, Laís Barreto, “essa palestra tem a utilidade de ampliar os conhecimentos a respeito das organizações internacionais, bem como as possibilidades de carreira e atuação, tanto do egresso de Relações Internacionais, como do egresso de Administração. Também é importante que nossos alunos enxerguem como se dá o conhecimento na prática, através da experiência contada por uma representante da ONU.”

Ao fim da palestra, a convidada Luiza Carvalho respondeu a dúvidas sobre as rotinas de trabalho e sobre possibilidades de carreira em organizações internacionais. Ela ressaltou a importância do voluntariado ainda durante a graduação, e de sempre buscar estar em contato com pessoas e agências que atuam na área pretendida. Sobre a presença de mulheres na ONU, Luiza trouxe a reflexão, “as mulheres demoram mais para alcançar postos altos, contudo chegam com mais técnica, pois enquanto os homens começam na prática cedo demais, as mulheres estão em casa, pensando na família e buscando especializações, mestrado e doutorado, logo são mais capacitadas.”.