Acessibilidade
8 de novembro de 2017 17:26

Alunos recebem certificação por menção honrosa do prêmio Here For Good

Projeto de atendimento às crianças com microcefalia foi um dos destaques da Laureate no Brasil

Alunos e professores da Escola da Saúde que participam do projeto de atendimento às crianças com microcefalia da UnP receberam no dia 8 de novembro cartas assinadas pelo CEO da Laureate Brasil, José Roberto Marmo Loureiro, parabenizando pela iniciativa que foi um dos destaques brasileiros da premiação Here For Good Award em 2017. Os documentos foram entregues pela Diretora de Hospitalidade, Comunicação e Impacto Social da Laureate Brasil, Rosa Moraes, e pelo Reitor da Universidade Potiguar, Prof. Gedson Nunes, no auditório da Unidade Salgado Filho.

O projeto “Trazendo Atendimento Multidisciplinar ao Brasil afetado pela Zika” concorreu ao Prêmio Here for Good Award 2017 com mais de 300 iniciativas da rede Laureate em todo o Brasil. Desenvolvido no Centro Integrado de Saúde (CIS) da UnP, a atividade agrega diversos cursos em um apoio multiprofissional prestado por alunos, professores e preceptores, às famílias e crianças que sofreram deformidades devido à infecção pelo vírus da Zika.

O grupo concorreu ao Prêmio Here for Good Award 2017 com mais de 300 iniciativas da rede Laureate em todo o Brasil e receberam a menção honrosa com outros dez projetos. “Ficamos muito emocionados com projetos como esse e como eles têm trazido mudanças na vida dessas famílias. Mesmo não sendo primeiro lugar, o projeto de vocês não é menor do que os outros. Vocês são vitoriosos por tudo que realizam”, afirmou Rosa Moraes. O Reitor da UnP reforçou os parabéns à toda a equipe. “É com iniciativas como essas que estamos cumprindo nosso papel enquanto Instituição na sociedade. E vocês fazem parte disso também”, declara o Prof. Gedson Nunes.

Receberam a carta, os alunos: Everardo de Lucena Alves Neto, Alana Ghiotto Gonçalves, Arthur Amaral de Souza, Rossimara Nóbrega da Luz, José Marmo Victor Bezerra de Souza, Rafael André Soares de Almeida e Priscylla de Almeida; além das professoras Diana Rosado Lopes Fernandes, Maísa Suares Teixeira Moraes e Melyssa Lima de Medeiros.