Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

1 de Janeiro de 2015 14:57

Artigo – Chamado aos estudantes

Apesar de todas as coisas boas que aconteceram, o ano de 2014 passou deixando um certo gosto “amargo” para mim. E não foi somente o desastroso 7×1 que sofremos na Copa! A verdade é que os resultados da performance de estudantes brasileiros não evoluíram conforme o desejado. Avaliações como o Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos) ou como os realizados pela ONG Todos pela Educação mostraram claras deficiências na evolução de nossos alunos, sobretudo os do Ensino Médio.

Também “patinamos” no ritmo de crescimento de alunos no Ensino Superior. Enfim, 2014 acabou por demonstrar fortes debilidades estruturais em nossa capacidade de pro-ver um ensino de qualidade para nossos jovens.

Altas taxas de evasão e baixa performance de aprendizado são dois enormes desafios que devemos encarar e vencer, caso realmente queiramos tornar o Brasil um país mais justo e desenvolvido.

Essa tarefa pertence a todos e deve estar em nossa agenda diariamente. Hoje, porém, gostaria de me dirigir especificamente aos estudantes e, humildemente, solicitar sua real adesão à essa árdua batalha.

Sabemos de todas as dificuldades que vocês encontram para poder obter um ensino de qualidade, porém, não quero me ater a isso em nossa conversa de hoje. Gostaria sim, que cada um de vocês assumisse a responsabilidade conjunta de lutar contra as duas mazelas citadas anteriormente (evasão e performance).

Tenham em mente que a formação educacional é a única e real possibilidade de independência social que vocês podem obter. Essa deve ser a prioridade número um de suas vidas. Serão muitas as dificuldades para seguir no longo caminho até sua formação final. Peço apenas que mantenham-se firmes e que sejam obstinados, fazendo com que a desistência seja a última opção em seus caminhos.

Peço também que valorizem o conhecimento. Vivemos em uma cultura em que estudantes sérios e dedicados ainda são vistos com “desconfiança” pelo resto da classe. O brilho acadêmico é, muitas vezes, ridicularizado e questionado pelos demais. Por favor, não permitam mais que isso aconteça! Privilegiem a aquisição de conhecimento nessa fase de suas vidas. Participem de uma eficiente concorrência, onde o mais qualificado é admirado e torne-se uma fonte de inspiração. Obter conhecimento não é somente a melhor porta de entrada para uma Universidade e nem, tampouco, apenas o melhor caminho para um bom emprego. Adquirir conhecimento significa “evoluir”. Trata-se de um crescimento contínuo, uma verdadeira fonte para seu próprio desenvolvimento.

Enfim, acredito muito que serão vocês os maiores responsáveis pela mudança que desejamos. Vocês são jovens e têm a força e a tenacidade para mudar o mundo para melhor. Que tal, então, começar pela escola?