Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

29 de novembro de 2018 11:43

Artigo de docentes de Educação Física é publicado em revista

Professores Nailton Albuquerque e Thiago Renee estudam relação entre idosos, música e atividade física

Pesquisadores do Núcleo de Avaliação e Prescrição do Exercício (NAPEX) da Universidade Potiguar tiveram seu artigo “O Efeito da Música Motivacional Sobre as Respostas Perceptuais e Afetivas de Mulheres Idosas Durante Caminhada” publicado no periódico on-line Brazilian Journal of Surgery and Clinical Research. O estudo teve a participação dos professores Nailton Albuquerque, Thiago Renee, do Curso de Educação Física da UnP.

Segundo o Prof. Thiago Renee, as pessoas estão cada vez mais sedentárias, sobretudo as mulheres da terceira idade. Por isso o tema se tornou objeto de estudo. A pesquisa, realizada com 22 idosas sedentárias com idade entre 60 e 68 anos, revela que a música motivacional altera positivamente a resposta afetiva e perceptiva das idosas ao praticarem atividades físicas, proporcionando a sensação de prazer e diminuindo a impressão de cansaço.

“Não é qualquer tipo de música que é motivacional”, afirma Thiago. O pesquisador conta que a escolha das canções é subjetiva e varia de pessoa para pessoa e que, por mais que se goste de uma música, ela pode não ser eficaz nas respostas afetivas e perceptivas. O resultado da estratégia é a diminuição dos desconfortos sentidos durante a prática de atividades físicas.

Com o estudo, Thiago acredita que as mulheres da terceira idade podem ser impulsionadas a saírem do sedentarismo. “A música motivacional faz com que praticar atividade física deixe de ser um incômodo, fazendo com que as idosas se tornem mais aderentes à prática e sintam prazer em se exercitar”, declara.

Além dos professores que participam do corpo docente da UnP, o artigo também conta com a participação dos seguintes pesquisadores: Victor Hugo de Oliveira, Gleidson Mendes Rebouças, Kesley Pablo Morais de Azevedo, Victor Araújo Ferreira Matos, Felipe Veloso da Silva e Edson Fonseca Pinto.

Para acessa o artigo completo, clique aqui.