Acessibilidade
26 de Março de 2015 15:39

Artigo – Empresa Junior: estímulo ao empreendedorismo no ambiente universitário

Uma Universidade abrange atividades muitas vezes desconhecidas por aqueles que estão fora dos seus muros, porém,  determinantes para a formação de um profissional realmente diferenciado, capaz de mudar positivamente a realidade do mercado. Hoje conto com o apoio do Professor Leonardo D’Oro, que faz parte da competente equipe do Empreende, para explicar melhor uma dessas atividades: a Empresa Junior.

“Poucas forças são capazes de mudar o perfil socioeconômico de um país. O empreendedorismo é a mais poderosa delas. A formação de cidadãos empreendedores é imprescindível para a criação de um mundo melhor, mais justo e equitativo. Empreendedores são agentes de mudança, capazes de desenvolver empresas com maior capacidade de geração de riquezas, oferecendo o mais estimulante ingrediente para o desenvolvimento social: o trabalho. A pergunta que surge é: como uma instituição acadêmica pode contribuir para a semeadura do empreendedorismo e melhoraria da qualidade de ensino?

A Universidade Potiguar encontrou sua resposta. O empreendedorismo de mercado pode ser estimulado através do fomento ao empreendedorismo universitário, sendo uma ferramenta que permite ao aluno o contato direto com experiências mercadológicas, contribuindo de forma incisiva para a melhoria do aprendizado. O Empreende UnP fornece apoio técnico, jurídico e contábil para a criação de Empresas Juniores (E.J.) dentro da comunidade acadêmica. A primeira Empresa Júnior nasceu em 1967, em Paris, onde alunos da L’École Supérieure des Sciences Economiques et Commerciales começaram a aplicar no mercado os conhecimentos que adquiriam na academia. Essas empresas são constituídas pela união de alunos, com o intuito de realizar projetos que contribuam com o desenvolvimento da sociedade e proporcionem melhoria da qualidade do ensino nas instituições que os abrigam.

Dentre as iniciativas atendidas pelo Empreende UnP, podemos citar a E.J. de Ciências Contábeis e a E.J. de Administração. Outro caso de sucesso é a Potiguar Assessoria Internacional, empresa criada por alunos do curso de Relações Internacionais, a qual presta serviço no âmbito empresarial, com ênfase em prospecção de mercado internacional.

Acreditamos que nossos alunos egressos, que passaram por Empresas Juniores, contam com um importante diferencial. Esses profissionais já se formam com “as mangas arregaçadas”, tecnicamente preparados e ávidos por utilizarem o rol de conhecimentos adquiridos na universidade para impactar de forma positiva a sociedade. O aumento da qualidade de ensino, através do fomento do empreendedorismo júnior, é a nossa contribuição.”