Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

24 de Abril de 2018 18:50

Atividades aquáticas para crianças com microcefalia são retomadas

Catorze crianças são atendidas no projeto e já apresentam melhoras

Alunos do Curso de Educação Física retomaram, no dia 13 de abril, as atividades aquáticas voltadas para crianças com microcefalia. No primeiro semestre de 2018, já foram atendidos 14 pacientes. As ações fazem parte do projeto de extensão que atendem às vítimas do Zika vírus, realizado no Centro Integrado de Saúde (CIS) da Unidade Salgado Filho.

As aulas acontecem de forma lúdica para estimular o desenvolvimento da criança. São divididas em três aspectos: coordenação motora, com estímulos dentro da piscina; a participação social, resultando na interação com outras crianças; e o afetivo, com as mães que participam diretamente dentro do ambiente aquático.

O Prof. Brene Ralf, responsável pela atividade junto com a Profa. Jéssica Nunes, conta que as crianças já melhoraram bastante e que adoram o ambiente aquático: “elas se soltam”, revela. “A gente faz o treinamento voltado para membros superiores e inferiores, faz com que os estímulos tenham resultado positivo para elas”, completa.

É perceptível mais mudanças. O docente diz que elas perderam o medo de entrar na água e, no decorrer das ações, começaram a socializar.

Participam das atividades dez alunos de Licenciatura e cinco do Bacharelado que pagaram a disciplina de Práticas Aquáticas. Eles tiveram treinamento, no qual foi reforçado a teoria vivida na Universidade. “Eles mandam o plano de aula que pretendem aplicar com antecedência, a gente dá o feedback para eles e é bem notório que adquiriram segurança”, ressalta Brene.