Acessibilidade
15 de dezembro de 2011 11:46

Cineasta e Professora do curso de Cinema da UnP ganha Concurso Nacional

Mary Land Brito venceu mais um concurso nacional na área do audiovisual, desta vez foi o Prêmio de roteiro cinematográfico promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram/MinC), que nesta primeira edição contemplou 20 roteiros inéditos para produção audiovisual em diferentes categorias com, no mínimo, 60% das cenas ambientadas em Museus. Apenas dois roteiros do Nordeste foram selecionados.

A categoria concorrida por Mary Land – que dirigiu o doc Sangue de Barro, com co-autoria de Fábio DeSilva – foi o de curta metragem em que foram escolhidos cinco roteiros no Brasil para serem premiados com o valor de cinqüenta mil reais. O roteiro de Mary Land obteve nota 95.5, a segunda melhor do edital.

O Roteiro se chama Tradição Sertaneja e foi inspirado no universo do vaqueiro, do retirante e de tradições nordestinas como o roubo do santo para fazer chover, a pega do boi, a fé do sertanejo, etc. O Roteiro também conta com trechos do cordel O Retirante da Seca,do poeta e agricultor Xexéu.

O Roteiro sugeriu como principal locação o Museu do Vaqueiro, localizado em São José do Mipibu e que por ser territorial tem toda a estrutura montada e ambientada com elementos da cultura nordestina. O Museu, organizado pelo amante da cultura nordestina Marcos Lopes, é aberto para visitação durante todo o ano sem cobrança de qualquer taxa. O local é aonde acontece o tradicional Forró da Lua.

A intenção de Mary Land Brito é entrar em editais para transformar o roteiro premiado em produção audiovisual para que assim, o curta Tradição Sertaneja, saia do papel para as telas de cinema.