Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

3 de junho de 2014 11:23

Concluintes de Enfermagem e Detran esclarecem dúvidas sobre bafômetro

Esclarecer alunos e funcionários da UnP sobre os perigos do álcool para os motoristas e de como ele é detectado no etilômetro (bafômetro). Foi com esse objetivo que três policiais do Departamento Estadual do Rio Grande do Norte – Detran-RN, a convite  de alunas concluintes do Curso de Enfermagem, estiveram hoje pela manhã na Unidade Roberto Freire. A ação faz parte das atividades obrigatórias do estágio de conclusão de curso e incentiva a campanha do Detran “Por um trânsito com + Gentileza e – Acidentes”

A aluna concluinte Natalia Morais explicou o motivo da escolha dessa ação. “A gente quis associar a época da Copa, que consequentemente tem bebida, festa, gente dirigindo e que acaba bebendo.  A intenção da gente é transmitir para os jovens da Unidade Roberto Freire a importância de não beber e do teste do bafômetro, porque ele realmente acusa a ingestão”.

O Tenente Styvenson Valentim, falou sobre a importância da campanha. “O objetivo do Detran é salvar vidas, não é punir, tirar a CNH das pessoas ou algo do tipo. O nosso objetivo é salvar a maior quantidade de vidas e evitar acidentes nas vias. A combinação álcool e direção é explosiva, é perigoso. Se juntar álcool, direção, falta de atenção (imprudência), e a velocidade se torna pior ainda”, explicou.

Durante a ação, os policiais e concluintes demonstraram o efeitos de um bombom de licor, enxaguante bucal e licor. O Tenente alertou que não importa a origem ou a quantidade de álcool ingerida, o bafômetro irá acusar.  “Foram feitos testes hoje, aqui na UnP, que demonstraram que um bombom de licor tem a quantidade suficiente para ser detectado no etilômetro. Então as pessoas têm que ter cuidado ate mesmo com o que comem, sempre perguntar quais são os pratos que levam vinho, conhaque ou qualquer tipo de álcool porque para a Lei,  álcool é álcool, ela não distingue a questão da origem do álcool, se é na alimentação, no chocolate, ou em qualquer outra situação. Álcool na corrente sanguínea é o que o etilômetro vai procurar” enfatizou.