Acessibilidade
19 de dezembro de 2012 04:58

Conheça os novos cursos na área de Engenharias que a UnP oferece para 2013.1

 

Com o objetivo de oferecer cursos em ascensão e com alta empregabilidade no mercado, a Universidade Potiguar, integrante da Rede Laureate, lançou para o início de 2013 três novos cursos promissores de Graduação no Campus Natal: Engenharia Mecânica, Engenharia de Produção e Engenharia Elétrica.

De acordo com a revista Exame, em matéria intitulada “Carreiras quentes: conheça as 30 profissões que estarão em alta no ano que vem”, a Engenharia Mecânica é promissora porque “a demanda por engenheiros mecânicos é grande pelo mercado de energia (eólica, térmica e hidráulica)”. Em relação ao salário, a revista aponta que o profissional recebe “no início de carreira, por volta de 5,6 mil reais. Chega a R$ 25 mil e R$ 35 mil para profissionais com 10 e 15 anos de experiência”.

A matéria também cita a Engenharia de Produção e sua alta demanda, por exemplo, por conta do pré-sal: “a exploração do pré-sal pelo Brasil demanda profissionais desta especialidade em todas as etapas do processo”. A publicação também destaca o salário do Engenheiro de Produção: “em início de carreira é de R$ 5 mil ou R$ 6 mil e chega a R$ 25 mil e R$ 35 mil para profissionais com 10 e 15 anos de experiência”.

O mercado de trabalho para a Engenharia Elétrica, de acordo com o Guia do Estudante da Editora Abril, também está aquecido: “Assim como acontece com outras engenharias, o mercado de trabalho para os formados em Engenharia Elétrica está bastante aquecido. Além do bom momento do país, o engenheiro elétrico tem uma formação generalista, que lhe permite atuar em diversas áreas”, afirma o professor Talvanes Menezes Oliveira, coordenador do curso UFCG. A publicação destaca o salário inicial “de R$ 3.270,00 (6 horas diárias); fonte: Confea”.

De acordo com a diretora da Escola de Ciências Exatas e Engenharias, profa. Catarina Pinheiro, o lançamento dos três novos cursos é consequência do crescimento econômico do país. “Estamos vivendo um momento de expansão da economia do país e consequentemente do estado do Rio Grande do Norte, e em função disso, nós temos um crescimento da demanda e criação de novas frentes de trabalho”, explicou.  A Diretora acrescentou ainda que os cursos terão duração média de 5 anos e acontecerão na Unidade Nascimento de Castro.

Confira as características de cada curso:

Engenharia Mecânica

O curso formará profissionais generalistas, humanistas, críticos e reflexivos, capacitados para absorver e desenvolver novas tecnologias, atuar de maneira crítica e criativa na identificação e resolução de problemas, considerando seus aspectos técnicos, econômicos, políticos, sociais, ambientais e culturais, com visão ética e humanística, em consonância com as demandas da sociedade. Como objetivo, a graduação busca introduzir uma Engenharia Mecânica capaz de melhorar a qualidade de vida das pessoas. O Engenheiro Mecânico poderá realizar tarefas de supervisão, elaboração e coordenação técnica de projetos de sistemas térmicos, mecânicos, hidráulicos e pneumáticos; construção de máquinas e motores; execução e fiscalização de instalações eletromecânicas e termodinâmicas; projetos para geração e conservação de energia; estudos de viabilidade econômica; assessoria e consultoria; vistorias, laudos, perícias e análise de materiais para construção mecânica, além de dedicar-se ao ensino e à pesquisa.

Engenharia de Produção

O curso oferece aos seus profissionais formação para planejar e coordenar o ciclo total de desenvolvimento de uma indústria, desde o chão de fábrica até a qualidade final dos produtos ou serviços oferecidos. O Engenheiro de Produção se encarrega de gerenciar, de maneira integrada, os recursos humanos, financeiros e materiais de uma empresa, a fim de aumentar a sua produtividade. Sua atuação também se estende para a Economia Empresarial, Desenvolvimento Organizacional, Planejamento e Controle. O perfil profissional inclui: facilidade para lidar com números, cálculos, tabelas, gráficos, raciocínio lógico, abstrato, meticulosidade. Capacidade de realizar cálculos com exatidão e concentração, de fazer análises críticas de maneira imparcial, de analisar e interpretar dados numéricos, entre outras aptidões. 

Engenharia Elétrica 

O curso tem um projeto pedagógico baseado em duas grandes áreas: Eletrotécnica e Eletrônica. Na área de Eletrotécnica, o curso será voltado para suprir a necessidade de crescimento do parque industrial brasileiro e da utilização de fontes alternativas de energia (eólica, biomassa, solar, entre outras), o que tem trazido uma nova dimensão para o setor elétrico e gerado a perspectiva de novos profissionais com formação para ocupar esse novo espaço. Na Eletrônica, o curso oferecerá aptidão especial para a área de controle, que vem se expandindo anualmente devido ao desenvolvimento do setor de automatização e pelo crescimento da demanda para projetos nesta área tanto a nível comercial como residencial. O conteúdo prático e teórico dará ao egresso embasamento que permitirá se adequar facilmente às tendências do mercado e na incorporação de novas tecnologias. 

Saiba mais no (84) 3227.1234 – Natal ou (84) 3323-8200 – Mossoró.

INSCREVA-SE