Acessibilidade
1 de julho de 2015 17:43

Criar robôs e computadores, eis algumas das funções do Engenheiro de Computação

Ver um computador por dentro e analisar todas as suas potencialidades é fascinante. Agora imagina a satisfação que dá para quem projeta essa e outras ferramentas tão fundamentais em nossas vidas? Pois se você tem curiosidade em saber como se cria uma máquina como essa, vai se interessar pelo curso de Engenharia de Computação. O professor Sandro Camargo, fala ao Guia do Estudante da expansão desse mercado no país. “A computação entra cada vez mais em todas as áreas, do setor automobilístico à telefonia, demandando profissionais com essa formação.”

O site Vestibular Brasil Escola explica as funções que o Engenheiro de Computação desempenha além da construção de Computadores. O profissional “é apto a desenvolver sistemas que interligam hardware e software, constrói os periféricos do computador, fabrica novas máquinas e equipamentos computacionais com a tecnologia necessária para cada setor”. Falou em computador, falou em inteligência. Projetar robôs, sistemas digitais e computadorizados para fábricas são algumas das especialidades que esse engenheiro desenvolve no dia a dia.

Na Universidade Potiguar, além de uma estrutura única no estado com laboratórios de: Computação, Eletrônica, Redes, Robótica, Controle e Automação Industrial, Circuitos Digitais, Lógica Digital e de Arquitetura de Computadores, entre outros, a Graduação dispõe de professores capacitados para transmitir o conteúdo programático do curso com qualidade.  Em cinco anos o aluno se aprofunda no mundo dos cálculos, se debruçando na linguagem e nos códigos que dão funcionalidade aos processadores e softwares.