Acessibilidade
2 de agosto de 2013 18:41

Curso de Enfermagem faz doações a entidades filantrópicas

O curso de Enfermagem da Universidade Potiguar doou hoje, 02/08, parte das mais de 3,5 toneladas de alimentos não-perecíveis e produtos de higiene pessoal, além de outros itens, arrecadados durante o 10º Encontro de Enfermagem da UnP, ocorrido em maio, a entidades filantrópicas parceiras da Instituição. Os alimentos foram arrecadados como inscrição no evento e nos minicursos oferecidos. 

Compareceram à Unidade Salgado Filho pela manhã, para receber as doações, três representantes das seguintes entidades: Associação Riograndense Pró-Idosos – ARPI, Centro Integrado de Assistência Social da Igreja Evangélica Assembléia de Deus do RN – CIADE, e Abrigo São Vicente de Paulo (Ceará- Mirim), que foram recepcionados pelos docentes e Coordenadora do curso de Enfermagem da UnP, Professora Márcia Cerveira, assim como pelos integrantes e a Presidente do Centro Acadêmico do curso, Lara Thalice, além dos Supervisores de Campo da Coordenação Phillipe Françoise e Camila Priscila.

À tarde, a UnP fez a entrega pessoalmente ao Instituto Juvino Barreto. As doações estão sendo distribuídas de acordo com as necessidades de cada entidade. Segundo a Coordenadora, as doações representam mais uma ação de compromisso social da Universidade Potiguar. “A UnP tem a responsabilidade social como um de seus pilares e o curso de Enfermagem tem sempre essa preocupação com seus parceiros”, afirmou. 

Para a Presidente do C.A, a doação é “muito importante tanto para nós que estamos doando como para as instituições que recebem”. Ao todo, oito entidades em Natal e região serão beneficiadas com as doações. Na próxima segunda-feira, 05/08, mais duas entidades estão confirmadas para recebê-las na Unidade Salgado Filho: o Espaço Solidário e o abrigo Anízia Pessoa.

Para o representante do CIADE, Daniel Barbosa, as doações são essenciais uma vez que os recursos são enviados a três entidades.  “É muito bom quando a gente recebe este tipo de doação. Vamos repassar para três entidades: Instituição de Longa Permanência para Idosos Bom Samaritano, Creche Lar Bom Jesus (que atende órfãos em Pium), e Projeto Monte Sinai (que atende dependentes químicos em Macaíba)”, explicou. A fundadora e coordenadora da ARPI, Nazilda Dutra, ressaltou a importância das doações. “As doações, este tipo de ajuda são imprescindíveis. Se todo mundo tivesse conhecimento do nosso trabalho e pudesse nos ajudar teríamos menos dificuldades”.

O representante do Abrigo São Vicente de Paula (Ceará-Mirim), Edvanaldo Santiago, também expressou alegria de receber as doações. “É uma ajuda muito grande porque nós vivemos da caridade da sociedade civil e quando a gente tem uma doação desse tipo, incluindo fraudas geriátricas que são caras, ficamos muito felizes e fazemos até o impossível para vir pegar”. A vice-diretora do Instituto Juvino Barreto, Irmã Enilde Leite, também agradeceu: “É uma riqueza essas doações, nós enfrentamos muitas dificuldades, elas são muito bem-vindas”, agradeceu.