Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

17 de outubro de 2017 15:00

Curso de Serviço Social leva esclarecimentos sobre violência contra idosos

Atividade foi realizada entre os meses de setembro e outubro com o Grupo +55 do CIS

Durante setembro e outubro de 2017, o Curso de Serviço Social desenvolveu o projeto “Prevenindo a violência contra a pessoa idosa: uma ação do Serviço Social no Grupo +55 do CIS/UnP” com objetivo de alertar os idosos sobre todas as formas de violência que acometem este público de forma recorrente. O projeto foi uma iniciativa de alunas da 6ª série do curso que realizam práticas acadêmicas no Centro Integrado de Saúde (CIS) e foi encerrada no dia 16 de outubro com a presença de uma representante do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN).

Os idosos costumam sofrer diversos tipos de violência como a física, psicológica, negligência, autonegligência, abuso sexual e financeiro. Para esclarecer sobre essas práticas, foram realizadas diversas atividades como rodas de conversa, apresentação teatral, teatro de fantoches e debates envolvendo os participantes do grupo de idosos da UnP. As ações aconteceram nos turnos matutino e vespertino no intuito de atingir todos os idosos que totalizam atualmente 75.

As intervenções foram pensadas pelas estudantes Natália Gabriela Bezerra de Souza, Maria das Dores dos Santos, Paula Dayana Araújo Silva do Vale e Karolayne da Silva Rodrigues, sob a supervisão da Tutora de Práticas, Geilza Araújo. O encerramento das atividades contou com a participação da Assistente Social do MPRN, Giselle Mary Paiva da Cruz Silva, egressa da UnP, que apresentou as diversas áreas de atuação da Promotoria na proteção e defesa da pessoa idosa. Ela também esclareceu acerca dos crimes e punições para quem comete violação desses direitos que estão previstos no Estatuto do Idoso.

“Foi um momento rico que possibilitou ao público tirar dúvidas e encaminhar denúncias à Promotoria. Os idosos avaliaram positivamente o projeto e parabenizaram as estudantes pela escolha do tema, considerando sua relevância no cenário atual. Visto que o Grupo +55 é uma atividade de prática interprofissional, a ação contou com o apoio de professores e alunos dos cursos de Enfermagem, Educação Física, Fisioterapia e Psicologia”, explica Geilza Araújo.