Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

1 de dezembro de 2014 10:57

Design de Interiores ou Arquitetura. Por onde seguir?

Decorar ambientes, planejar espaços, utilizar aquele cantinho minúsculo na casa de forma funcional, organizar cômodos e outras funções desse tipo te atraem? Alguns amigos e familiares podem até te dizer que você deve cursar a graduação de Arquitetura, mas se você deseja com todas as forças fugir da matemática e, por consequência, da área de exatas, o Curso de Design de Interiores pode ser a sua escolha.

O profissional de Design de Interiores tem como função entender e dar funcionalidade aos ambientes internos, comercias ou residenciais. Mas isso não pode ser interpretado apenas como decoração, o profissional vai mais além. Ele identifica o perfil e as necessidades do cliente, e desenvolve projetos quem atendam a demanda estética e a utilidade do ambiente que está sendo trabalhado.

No Rio Grande do Norte, a Universidade Potiguar oferece Design de Interiores, com duração de dois anos, na Unidade Roberto Freire, em Natal. O Curso é da área de Comunicação e Artes, foi pioneiro no estado, e sua grade curricular prepara os estudantes para atuarem em escritórios de arquitetura, lojas de decoração, empresas de eventos, ou um escritório autônomo.

Se você tem dúvidas sobre as diferenças entre esse curso e o de Arquitetura, o portal Guia do Estudante traz entrevistas com profissionais de ambas as áreas que falam sobre as particularidades de cada formação. Em resumo, a principal diferença entre essas atuações é representada pela possibilidade que o arquiteto tem de trabalhar com espaços internos, externos e estruturais, enquanto o designer de interiores se limita aos ambientes internos.