Acessibilidade
8 de Maio de 2018 15:14

Direito em Mossoró usa série de TV para debater temas da área

Projeto “Direito é Arte” busca fortalecer a experiência acadêmica pelo uso de elementos da cultura

O Curso de Direito de Mossoró promoveu uma atividade diferente como forma de acolher seus calouros. Na manhã e tarde do dia 13 de abril e durante a noite do dia 14, os novos estudantes puderam participar do evento “Direito é Arte”. Idealizado pela Coordenação do Curso, a meta é fortalecer a experiência acadêmica pelo uso de elementos da cultura através da arte. Nesta primeira edição, foi realizada a exibição do primeiro episódio da série The Handmaid’s Tale como forma de discutir o Estado Democrático de Direito.

De acordo com a Profa. Fernanda Abreu, o objetivo é incluir a atividade no calendário acadêmico e realizá-la em duas datas a cada semestre, dentro e fora da Semana do Acolhimento. Este evento, destinado para os recém-chegados, conta ainda com outras atrações. Após a exibição do episódio, foi feito um bate-papo entre professores e alunos para identificar características relacionadas com questões atuais e relevantes do ponto de vista sociojurídico.

Sobre a série, Fernanda explica do que trata e qual a importância para a atividade. O seriado britânico é baseado em um livro de mesmo nome, transmitido através de uma plataforma de streaming e representa uma sociedade distópica (uma “utopia negativa”) de forma caricata. Escrito pela autora inglesa Margaret Atwood, o livro é conhecido no Brasil como O Conto da Aia. “Esse livro é um best seller e essa distopia trata de uma realidade em um futuro historicamente distante onde os seres humanos viveriam situações extremas”.

Sobre a escolha do título para debater com os alunos novatos, a professora conta que ele permite a discussão de vários elementos, especialmente do Direito Constitucional, Eleitoral, da Ciência Política. “Como experiência acadêmica, é fantástico!”. Outros motivos, envolvem trazer críticas a elementos importantes da realidade atual, que têm relação com o Direito. A professora acredita que essa discussão é importante para os novos entrantes no Curso de Direito por se relacionar com categorias fundamentais, que são essenciais para que sejam compreendidos os institutos jurídicos. “Especialmente sobre o Direito Constitucional, quando ela vai tratar Estado, Democracia, Processos Ditatoriais, Laicidade Estatal”, comenta.

“Elas estão na base do conhecimento jurídico, são nossos pilares fundamentais do desenvolvimento de um raciocínio jurídico crítico”, completa. Outros incentivos a trazer esta atividade incluem promover o processo de ensino e aprendizagem, dando destaque às habilidades e conhecimento que o estudante vai desenvolver durante sua vida acadêmica e profissional. Dessa forma, os novos alunos podem ir se habituando e se aproximando com o curso que escolheram.