Acessibilidade
4 de setembro de 2015 17:43

Docentes e alunos do CST em Estética e Cosmética participam de audiência pública sobre a regulamentação da profissão

Durante mais um momento de luta pelo reconhecimento e regulamentação da profissão de Esteticista, o Curso Superior Tecnológico em Estética e Cosmética da Universidade Potiguar, compareceu, através de alunos, egressos e professores, na audiência pública realizada no dia 1º de setembro, na Assembleia Legislativa do RN. A sessão foi presidida pelo Deputado Dison Lisboa, e contou com a participação de cerca de 200 pessoas.

A profissão de Esteticista existe no Brasil desde os anos 50, e ao longo do tempo a carreira vem acompanhando o desenvolvimento tecnológico da área da saúde e da beleza, o que tem mostrado a necessidade pela busca de capacitação. “Atualmente há um movimento nacional da categoria dos esteticistas em prol da regulamentação da profissão no Brasil, a solicitação já tramita no Congresso, porém, necessita de ajustes e votação para que seja aprovada.” Conta Eneida Carreiro, Professora e Coordenadora do CST em Estética e Cosmética da UnP.

Durante a audiência pública, a Professora Eneida relatou as diversas áreas de atuação do esteticista, detalhou como se dá a formação do profissional dentro da Universidade, e descreveu as diferenças entre o Brasil e outros países nesse aspecto. Também participaram da audiência, Rebeca Freitas, representante da Associação Norte-rio-grandense de Profissionais de Estética e Cosmetologia (ANPEC); o presidente do Conselho Estadual de Educação, Laércio Segundo de Oliveira; a coordenadora do Núcleo de Capacitação da Secretaria Estadual de Saúde, Francisca Valda; o representante da Superintendência Regional do Trabalho no RN, Cláudio Gabriel Júnior; e a representante da Vigilância em Saúde de Natal, Conceição Alves de Souza.