Acessibilidade
11 de Março de 2014 19:17

Educação a Distância da UnP forma suas primeiras turmas nos Polos Seridó

A Educação a Distância da Universidade Potiguar formou ontem, 10, as suas primeiras turmas da modalidade nos Polos Seridó, que engloba as cidades de Caicó e Currais Novos.  Foram 22 alunos dos Cursos de Recursos Humanos e Marketing. A Colação de Grau aconteceu no auditório do Fórum Amaro Cavalcante, em Caicó.

Carla Carine Dantas, que concluiu Gestão de Recursos Humanos, resume a alegria do momento. “Quando eu cheguei no último dia de aula e vi que tinha passado em todas as disciplinas e estava aprovada foi uma grande realização!” Edson Oliveira, do curso de  Marketing, também falou da emoção de ter concluído. “Foi uma grande vitória, acima de tudo sobre um ambiente inovador que trazia algumas dúvidas e ansiedades de como seria o autogerenciamento de estudos. Realmente foi uma grande satisfação vencer essa barreira num novo conceito de educação”.

O Professor Raniery Pimenta, Diretor da Escola de Gestão e Negócios da UnP, destacou a importância da EaD em contribuir com a missão da Universidade de formar cidadãos. “A Universidade tem o compromisso de formar cidadãos e essa formação aqui no Seridó, uma parte tão importante do nosso estado, amplia esse nosso cumprimento de formar cidadãos capacitados, comprometidos com os valores éticos. Então acho que é um marco para a Educação do Estado. Estamos trazendo profissionais cada vez mais qualificados, aqui para essa região tão importante”.

Para o Coordenador Acadêmico do Núcleo de Educação a Distância da UnP, Professor Barney Silveira, a formação das primeiras turmas da EaD nos Polos Seridó tem uma simbologia especial, já que a modalidade na UnP começou nessa região. “É um momento de grande realização já que a Educação a Distância da Universidade Potiguar começou pelo Seridó, nos  dois primeiros polos de Currais Novos e Caicó, no início de 2011. Muitas ações, muitos esforços convergiram para essa noite”, explicou.

O Coordenador, que considera a EaD como a modalidade mais inclusiva da Educação, afirma que ela ainda mudará a vida de muitos outros brasileiros. “É um momento muito especial porque a Educação a Distância é a modalidade mais inclusiva da Educação. Eu costumo dizer que a EaD é o caminho mais curto para um Brasil melhor, e eu acredito que no futuro o Brasil vai ser muito diferente, mais desenvolvido, dando oportunidade às pessoas seguindo pelo caminho dessa modalidade”, concluiu.