Acessibilidade

Central de Atendimento: (84) 4020-7890

30 de Maio de 2011 16:14

Entrevista com o palestrante Luiz Pontes, do Workshop de Engenharias e Exatas

Entrevista: Luiz Pontes.

Engenheiro químico, bolsista de Produtividade Desenvolvimento, Tecnologia e Extensão Inovadora 2. Mestre pela COPPE/UFRJ (1981) e doutor pela UNICAMP (1997) em Engenharia Química. Professor titular e Pró-reitor de Pós-graduação, Pesquisa e Inovação da Universidade Salvador – UNIFACS, Coordenador da Rede de Catalise Norte Nordeste (RECAT), professor do Doutorado Multiinstitucional em Engenharia Química UFBA/UNIFACS. Tem experiência na área de Engenharia Química, com ênfase em Petróleo e Petroquímica, atuando principalmente nos seguintes temas: catalise energia, ambiente, qualidade dos combustíveis e regulação da indústria de petróleo e petroquímica. Em 1988, foi para a UNIFACS, onde estruturou os cursos de Engenharia e Arquitetura. Em 1991 foi nomeado Pró-reitor de Graduação, Pesquisa e Extensão daquela Universidade, onde está há 10 anos.

UnP EM FOCO: Como surgiu o convite para vir a Natal participar do I Workshop de Engenharias e Ciências Exatas da UnP?

Prof. Luiz Pontes: Através da professora Catarina de Sena, Diretora da Escola de Saúde da Universidade Potiguar, que me deixou muito honrado com esta oportunidade; até porque, nós somos hoje da mesma instituição, já que as nossas universidades integram a maior rede privada de internacional de ensino, que é a Laureate.

UnP EM FOCO: Como o senhor avalia a importância de um evento como esse para a formação do aluno?

Prof. Luiz Pontes: Nós precisamos sempre ouvir pessoas de fora do nosso meio acadêmico, porque o intercâmbio é saudável por ser um diferencial no aprendizado dos alunos. O tema que decidimos trazer para esta palestra diz respeito à formação profissional deles e a minha vivência profissional, ao longo de tantos anos tendo acumulado experiências não só nas universidades, mas no mercado de trabalho, na Braskem – que é a maior produtora de resinas termoplásticas das Américas, na Petrobrás e outras empresas na área de pólos petroquímicos.

UnP EM FOCO: Qual o tema da sua palestra?

Prof. Luiz Pontes: Iremos abordar “A Pesquisa Científica como Diferencial na Formação do Engenheiro e do Arquiteto”. Quando eu me refiro à pesquisa científica, estou falando de todo trabalho complementar, não só de iniciação científica, mas também Trabalhos de Conclusão de Cursos e Trabalhos Complementares de Disciplinas. Na formação do Engenheiro, eu estarei falando da formação no sentido mais literal da palavra e não apenas de capacitação para uma determinada área. É o perfil do engenheiro como profissional, sabendo de sua integridade, do tamanho da sua responsabilidade, então esse será o foco da palestra que estaremos realizando para fechar este grande evento aqui na Universidade Potiguar.

UnP EM FOCO: Ao final da sua palestra, o que o senhor pretende que os alunos guardem especialmente desta oportunidade?

Prof. Luiz Pontes: Bem, eu estou trazendo algumas provocações e espero que eles reajam a elas; estarei tocando em assuntos importantes ligados à competência de cada um, à empregabilidade, que é sempre do interesse desse grupo; é certo que para uma grande parte desse público, o desafio é a transformação do aluno que hoje é adolescente e precisa ir se formando um profissional; A universidade é responsável não só pela contribuição que dá em conteúdos através de seus cursos e disciplinas, mas pela formação do ser humano que é feita em parceria com os pais e com a sociedade como um todo. Nós vamos discutir isso com detalhes, numa viagem de conhecimentos para levá-los a pensar em como eles serão ou deverão ser enquanto profissionais, quando passarem dessa etapa.

UnP EM FOCO:Como está o mercado de trabalho para esses alunos que hoje constituem o público-alvo da sua palestra?

Prof. Luiz Pontes: Sabemos que faltam engenheiros no país. Recentemente eu ouvi da direção do Capes, MEC,  e do Conselho da Federação das Indústrias do Estado da Bahia, os questionamentos a respeito dessa formação, a necessidade dos engenheiros qualificados. Precisamos destes profissionais. É o recado desses representantes de vários segmentos do mercado que eu tenho ouvido e estou trazendo para que os alunos possam fazer reflexões a respeito.

 

Veja fotos da palestra e da atração cultural que abriu o último dia do evento no facebook/unpsocialclube.