Acessibilidade
1 de agosto de 2013 10:55

Escola 4º Centenário comemora trajetória de sucesso

A Escola Municipal 4º Centenário, instalada na Universidade Potiguar da Floriano Peixoto, tem sua trajetória marcada por momentos peculiares de superação e sucesso. Idealizada em 1998, ano em que Natal atravessava uma crise na educação municipal com a demanda superior às vagas oferecidas para os alunos egressos da 4ª série, atual 5º Ano, a Escola foi criada em 1999, ano em que a cidade de Natal festejava seu aniversário de 400 anos. Em meio a essas dificuldades, a Universidade Potiguar, ciente de sua responsabilidade, cedeu suas dependências para a instalação da Escola.

De lá para cá, a Escola, que atualmente dispõe de salas do 6º ao 9º ano, tem se mostrado com vocação para a superação, se destacando em concursos de diversas áreas. O mais recente deles foi o desempenho durante a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), ocorrida no ano passado. Ao todo, a Escola obteve 13 premiações, sendo 01 medalha de ouro, 03 de bronze e 09 menções honrosas. A premiação ocorreu este ano, no Rio de Janeiro.

O aluno Nalbert Pietro Martins, único vencedor da medalha de ouro do RN na Olimpíada, fala da emoção do prêmio. “Foi gratificante. Uma recompensa dos muitos dias de estudo”, disse, explicando que os alunos ganharam muito mais que medalhas. “Recebemos medalhas e oportunidades”, analisa, citando a bolsa do Programa de Iniciação Científica Jr, do CNPq, que os medalhistas também receberam.

Um dos que recebeu medalha de bronze, o aluno Maxwell Pablo Soares, lembra que o incentivo da escola fez toda a diferença no resultado durante a OBMEP. “Comecei a gostar mais (de Matemática) a partir do 7º ano, pois eles dão aula de manhã para a OBMEP”.  Sobre a medalha, ele diz ser uma honra receber um prêmio desses. “É muito bom! A pessoa se sente honrada em ter este título”.

De acordo com a Diretora da Escola, professora Uyara Olímpio Maia, o bom resultado alcançado não se deve a metodologias diferenciadas, mas a integração dos esforços de todos. “Não temos metodologia diferenciada. A gente incentiva o aluno a aprender, a estudar e a participar. Nosso aluno é muito participativo! Atribuo também ao compromisso dos professores, de toda a equipe e da família também, sempre presente na escola”.

Destaque em diversas áreas

Esta não é a primeira vez que a Escola Municipal 4º Centenário se destaca. Desde 2007 a instituição fica em primeiro lugar no RN em relação ao Índice de Desenvolvimento da Educação Básica – Ideb, criado pelo Inep/MEC. “Desde 2007 fomos o primeiro lugar, e nossas notas de proficiência no português e matemática, que o MEC avalia, foram as melhores do Rio Grande do Norte”, explica a Diretora da Escola, Uyara Olímpio.

A Escola também sempre se destaca nos concursos para ingresso no Instituto Federal de Educação, Ciência, Tecnologia do RN – IFRN, e nos Jogos Escolares do Rio Grande do Norte – JERN’s. “Temos um grande trabalho, que é o cursinho preparatório para IFRN. E sempre obtemos os primeiros lugares. Todos os anos aprovamos uma média de 30 a 40 alunos. Quase metade das vagas do IF é nossa e sempre com os primeiros lugares”, comemora a Diretora.

Parceria com a UnP

Além da contribuição primordial da UnP com a própria criação da Escola, a Universidade continua contribuindo para que a 4º Centenário atenda seus alunos com qualidade. Segundo a Diretora Uiara, muitas vezes a Escola serve como um laboratório de estágio para alunos de diversos cursos da Universidade, que aprendem e também ajudam a Escola a se desenvolver.

“A Escola às vezes funciona como laboratório para a UnP e seus cursos. A UnP nos dá uma grande contribuição com incentivo e estímulo. Essa parceria entre a UnP e a 4º Centenário nos ajuda muito. Medicina, Pedagogia, Odontologia, Letras, todos esses já vieram, e agora estou tentando trazer Psicologia”, explica.

Questionada se considera o ensino da Escola de excelência, a Diretora diz que ainda há um longo caminho a ser percorrido. “Ainda tem muita estrada para conseguir uma educação de excelência, mas nós temos tentado muito. Estamos tentando melhorar sempre”.