Acessibilidade
19 de Fevereiro de 2015 11:05

Escola de Engenharia e Ciências Exatas define metas para primeiro semestre

Ampliar a visibilidade dos projetos que não param de trazer resultados positivos para o âmbito acadêmico e para a sociedade potiguar, e promover contínuas ações de encantamento juntos aos novos alunos. Este foi o recado passado pelo Diretor da Escola de Engenharia e Ciências Exatas, professor Gedson Nunes, na segunda semana de fevereiro, a todos os docentes reunidos no último encontro de Planejamento Acadêmico que antecede o primeiro semestre letivo de 2015.

O diretor da Escola convocou os professores a se empenharem em mostrar os grandes diferenciais dos cursos oferecidos pela Escola, que começam em um corpo docente altamente qualificado e se estendem pela infraestrutura de pesquisa e extensão hoje existentes na Unidade Nascimento de Castro da Universidade Potiguar. Destacou o impacto altamente positivo do Centro de Excelência em Pesquisa Aplicada da UnP, o e-Labora, cujas nove pesquisas realizadas ao longo de 2014 geraram produtos, como o aplicativo incorporado à rotina de um setor importante para a economia potiguar: o da Extensão Rural. Este ano, serão 14 pesquisas, dos quais 11 desenvolvidos em Natal e 3 no Campus Mossoró.

Na primeira reunião coletiva com os professores e coordenadores de cursos Escola, ainda em janeiro, foram expostas as ações previstas para 2015.1. Na ocasião, houve ainda a posse do novo Diretor da Escola, professor Gedson Nunes, que assume a função antes ocupada professora Catarina Pinheiro, atualmente Diretora Acadêmica do Campus Mossoró. O novo Diretor falou da satisfação de retornar à Escola e apresentou a nova organização de salas de aula que tornará o aprendizado ainda dinâmico. “Visitamos universidades da Rede Laureate no Chile e México e observamos que essa forma de distribuição de salas de aula já um modelo consolidado”, disse. O projeto significa que as turmas não terão mais salas fixas durante todo o curso. Ou seja, podem haver salas diferentes a cada disciplina.

O Planejamento Acadêmico da Escola contou com quatro encontros coletivos, além das reuniões específicas de cada curso reunindo coordenadores e professores. Houve também palestras dos professores André Lemos, Diretor de Empregabilidade, Qualidade Acadêmica e Internacionalidade; e Priscilla Silveira, coordenadora pedagógica da Educação a Distância UnP. O primeiro apresentou as alternativas oferecidas pela Instituição com a finalidade de aumentar a performance acadêmica dos alunos e seu vínculo com outras universidades da Rede Laureate ao redor do mundo. Também abordou as diversas frentes de estágio e emprego para os alunos UnP, enquanto Priscilla falou das especificidades do aprendizado em ambiente on-line.

*Por Stella Galvão, gestora de comunicação da Escola de Engenharias e Ciências Exatas.