Acessibilidade
1 de dezembro de 2017 17:56

Ex-aluno de Engenharia Civil é aprovado para dois mestrados em Portugal

Com apenas 22 anos, Christian Souza vai cursar Reabilitação de Edifícios, na linha de pesquisa Estrutural, da Universidade de Coimbra

Egresso da Universidade Potiguar, o engenheiro civil Christian Souza foi aprovado em duas seleções para o Programa de Mestrado da Universidade de Coimbra, em Portugal, uma das melhores instituições do mundo na área de Engenharias. Com apenas 22 anos, ele se prepara para deixar o Brasil e, a partir de fevereiro de 2018, passar no mínimo 1 ano e meio na Europa.

Christian conclui o Curso de Engenharia Civil no segundo semestre de 2016. Ele conta que, desde o início da Graduação, gostou da área que escolheu. “Sempre tive afinidade com a área de Exatas. As disciplinas que eu me identificava mais eram sempre Matemática, Química e Física. Quando, no Ensino Médio, tive que escolher um curso, optei pela Engenharia Civil porque, depois de fazer algumas pesquisas, percebi que era o mais se parecia comigo”, conta.

Na UnP, ele teve contato com diversos professores e colegas que o instigaram para seguir a carreira acadêmica. Souza lembra que a certeza para esse segmento veio mais firme ao final do curso com o apoio de docentes como o Prof. Herbert Álamo, que foi seu orientador. “A Universidade vem inovando muito com congressos, apresentação de trabalhos e pesquisas e isso me inspirou”, afirma. Prova disso, é que o egresso já estava fazendo uma especialização na área de Concreto Armado. Agora, ele deve parar essa Pós-Graduação para seguir com o Mestrado.

Christian Souza foi aprovado em dois Mestrados: o de Estruturas Metálicas e Mistas – que tem como foco assuntos como o cálculo estrutural, edificação e projetos; e o de Reabilitação de Edifícios – com duas linhas de pesquisa, sendo uma Não Estrutural (que analisa a recuperação em termos mais estéticos) e outra Estrutural (que trabalha reabilitação, reforço e estruturas de concreto armado, para edifícios mais antigos). Tendo que optar, o Engenheiro escolheu o Mestrado em Reabilitação dentro da linha de pesquisa Estrutural, segmento que, segundo ele, já pensava em seguir desde que começou a Graduação.

A escolha pela Universidade de Coimbra foi feita após pesquisas sobre mestrados fora do país e indicação de conhecidos. “Me empolguei ainda mais porque eles têm um campus com um parque tecnológico muito avançado e amigos que fizeram doutorado e mestrado lá, elogiaram bastante”.

Ele analisa que não sabe exatamente quais serão suas perspectivas após a conclusão da Pós-Graduação. Mas dar continuidade à formação através de um Programa de Doutorado na própria Universidade de Coimbra é uma das opções.