Acessibilidade
16 de Abril de 2012 15:28

Fórum de Doação de Órgãos e Tecidos reuniu comunidade acadêmica e sociedade civil na UnP

A Universidade Potiguar, integrante da rede internacional de universidades Laureate, realizou no dia 12 de abril o I Fórum de Doação de Órgãos e Tecidos da UnP, em parceria com a Central de Transplantes do Rio Grande do Norte. A programação contou com a participação de mais de 500 estudantes da Escola da Saúde nas palestras e debates sobre os desafios que este assunto apresenta aos profissionais da área. 

Representantes da sociedade civil organizada também participaram do evento, como os da Associação dos Transplantados do Rio Grande do Norte e do Instituto do Bem, uma organização de fomento de pesquisas sobre transplantes e melhora da qualidade de vida de pacientes.

“O tema ‘doação de órgãos e tecidos’ é absolutamente atual e vem acompanhado de muitas dúvidas e polêmicas. Nós da UnP, como grande polo formador em saúde, precisamos aderir a esta causa, então, nada mais correto do que trazermos esta discussão para dentro de Universidade. Estamos fazendo um mês da divulgação, a partir deste evento, para conscientizar nossa população e a comunidade interna da UnP sobre o que é doação de órgãos, qual a importância de doar um órgão e que o simples fato de fazer uma doação pode salvar uma vida”, explicou a Professora Giselle Gasparino, diretora da Escola da Saúde UnP.

O trabalho conjunto entre a Universidade e o Poder Público também é de fundamental importância para que sejam alcançadas as soluções dos problemas enfrentados por pacientes e equipes médicas no país. É o caso da Secretaria Estadual de Saúde, que tem a oportunidade de utilizar o Hospital Simulado da UnP para capacitar suas equipes que trabalham diretamente com transplantes. 

Para o Dr. Rodrigo Vilar Furtado, coordenador da Central de Transplante do RN, a pouca infraestrutura que o estado dispõe torna fundamental a união com a academia para a capacitação de profissionais. “A parceria é o que facilita o nosso planejamento. Como por exemplo, jamais poderíamos organizar os cursos e jornadas que estamos fazendo se não tivéssemos estes parceiros. Uma parceria de vida”, disse Furtado. 

-Hoje o Rio Grande do Norte é o terceiro maior captador de órgãos para doação no Brasil-

Tecnologia auxilia na capacitação de profissionais para situações de transplante

Paralelamente ao Fórum de Doação de Órgãos e Tecidos da UnP, o Hospital Simulado da Escola da Saúde realizou, nos dias 11 e 12 de abril, o Curso de Doação de Órgãos e Tecidos, promovido pela Central de Transplantes do RN, a Life’s Donor (que capacita profissionais para as Centrais de Transplantes) e o Ministério da Saúde. A atividade contou com aulas práticas e teóricas sobre os procedimentos médicos e legais relacionados à área.

Durante todo o dia profissionais das redes pública e privada participaram de cursos, ministrados por professores de algumas das maiores instituições de saúde do país.

Segundo o Dr. Reginaldo Boni, coordenador dos serviços de Captação de Órgãos e Tecidos da Santa Casa de São Paulo e de Botucatu e representante da Life’s Donor, “o centro de simulação realística da UnP é fantástico, funciona muito bem e atende todas as necessidades técnicas e de capacitação atitudinal necessárias para a capacitação. Ele corresponde a uma realidade que tem que ser implementada em várias áreas da saúde, inclusive na de doação de órgãos e tecidos”. A tecnologia implementada pela UnP para o ensino da Saúde é uma das maiores e melhores da América Latina neste campo, fruto de um investimento preciso e focado realizado pela Laureate International Unviversities.“Nossa experiência aqui foi muito positiva e neste primeiro momento conseguimos capacitar 35 profissionais. A Universidade Potiguar está de parabéns”, afirmou Boni. 

 

Clique aqui e confira fotos do curso de capacitação

Clique aqui e confira as fotos do Fórum