Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

6 de dezembro de 2011 17:27

Grupo de Pesquisa do curso de Psicologia é destaque por sua produção acadêmica

Professores e alunos do curso de Psicologia da UnP, integrantes do Grupo de Pesquisa Subjetividade e Movimentos Sociais – GPSMS, representaram a UnP em congressos nacionais e internacionais no segundo semestre de 2011, apresentando resultados de pesquisa e demais produções acadêmicas.
 
Do dia 12 à 15 de novembro de 2011, professores integrantes do GPSMS como Tatiana Minchoni, Leonardo Mello, Martha Emanuela Figueiró, Rafael de Albuquerque Figueiró e Keyla Mafalda Amorim participaram do  16º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Psicologia Social (ABRAPSO), em Recife apresentado um total de 13 trabalhos.

Do dia 16 ao dia 27 de novembro, os professores do curso de Psicologia, Rafael de Albuquerque Figueiró e Martha Emanuela Figueiró, estiveram em dois congressos internacionais na Argentina (Congreso de Salud Mental y Derechos Humanos, em Córdoba e III Congreso Internacional de Investigación y Práctica Profesional en Psicología, em Buenos Aires). Ao todo, foram publicados 2 trabalhos completos em congessos internacionais, 2 trabalhos completos e 13 resumos em congresso nacional, além de dois vídeos produzidos pelo grupo.

Os trabalhos contaram com  a participação na autoria, ou co-autoria de alunos cdo curso de Psicologia como Maria da Graça Gomes (10p), Nathália Nunes de Araújo e Rebeca Nepomuceno (8p). André Paiva (4p), Rolan Sousa (4p), Grabriela Soares (6p), Delanno Alves (8p), Bernardo Sena (8p), Sofia Duarte (8p), Ana Isabel Lima (10p), Nathaly Andrade (10p), Ana Karine Mesquita (8p), Monalisa Silva (8p), Rayanne Bessa (8p), Katerine Lacerda (8p), Maria da Graça Gomes (10p), Nathália Nunes de Araújo e Rebeca Nepomuceno (8p).

O grupo existe há dois anos e vem pesquisando nas áreas de Saúde Mental, Saúde Coletiva, Psicologia Social e Comunitária, e Direitos Humanos, tendo seu primeiro artigo publicado na revista Catussaba, da Escola da saúde, intitulado “Luta antimanicomial e reforma psiquiátrica: o protagonismo do usuário em debate”.