Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

30 de outubro de 2015 16:59

Jogos Jurídicos unem conhecimento e ação social em competição entre alunos

Evento da Escola do Direito ocorreu durante o XVII Congresso Científico e Mostra de Extensão da UnP

O segundo dia do XVII Congresso Científico e Mostra de Extensão da UnP foi repleto de atividades que reuniram alunos e professores de várias unidades, além do público externo. A Escola do Direito se mobilizou em torno do II Jogos Jurídicos, com mais de 34 equipes participantes de várias séries do Curso.

A direção da Escola estimulou os participantes, através das tarefas desenvolvidas, a exporem a animação e o conhecimento por meio de uma disputa de perguntas e respostas sobre temas variados, como português e de assuntos gerais, além dos relacionados à área jurídica.

Uma das atividades de destaque na gincana foi a arrecadação de alimentos, promovidas pelas equipes formadas pelos alunos da 2ª a 10 séries. Ao todo foram arrecadados 324 quilos de leite em pó. Os donativos foram doados ao Hospital Infantil Varela Santiago.

A responsável pelo Setor de Doação do Hospital, Ana Carla, ressaltou a importância dessa ação para a instituição, que atende em média 80 crianças por dia. “Tem grande valia essa doação para as nossas crianças. Isso representa uma contribuição para a recuperação dos pacientes assistidos. Nós agradecemos por terem escolhido o hospital para essa ação e por nos apoiar sempre”, agradeceu.

Nessa etapa da competição, saiu na frente a equipe “Visionários Jurídicos”, formada por alunos da 3ª série. Sozinho, o grupo arrecadou mais de 380 unidades, totalizando mais de 76 quilos de leite. “Com atividades dessa natureza, fazemos com que o aluno adquira o conhecimento com o aspecto social agregado. Pela quantidade de donativos arrecadados, vemos que nosso objetivo foi alcançado”, destacou o Diretor da Escola do Direito da UnP, Prof. Fernando Cabral.

Outro ponto destacado pelo Professor, é a importância desse momento para a construção acadêmica e profissional do aluno. “A interação gerada é muito satisfatória. Isso demostra que é possível aprender de uma forma diferente, além de estimular o aluno a participar e se envolver. É muito estimulante, isso também evidencia a constante inovação no ensino”, ressaltou Fernando Cabral.

O estudante da 3ª série, Marcio Linderman, avalia como positiva a ideia de agregar os jogos ao Congresso Científico. “É uma boa forma de estimular a interação entre os alunos. Acho muito válida essa forma de unir todas as séries em torno dos conhecimentos jurídicos”, concluiu.

Já Jéssica Barbosa, aluna da turma 10 MA, analisa o evento como um momento de união e uma forma criativa dos alunos de Direito se reunirem. “ Nem sempre temos momentos como esse, de integração. Essa competição nos une. É um espaço aberto para a interação”, avaliou a estudante.

Mas quem cumpriu todas as tarefas e se consagrou como a grande campeã da 2ª edição dos Jogos Jurídicos foi a equipe “Boni Juris”, formada por alunos da 9ª série. “ Estou muito feliz. A competição serviu para medir conhecimentos e proporcionou a integração entre os alunos de várias unidades. E nós, os vencedores, estamos muito felizes pela conquista”, comemorou Hadassa Maria, uma das líderes da turma campeã.

Para prolongar a celebração, a turma vencedora da 2ª edição leva como prêmio uma festa, com direito a tudo pago. A comemoração está prevista para ser realizada nos próximos dias no Olimpo Recepções.