Acessibilidade
31 de outubro de 2014 08:57

Mesa-redonda debate os rumos da produção cultural no RN

No último dia 20 de setembro, a Universidade Potiguar promoveu uma mesa-redonda para os alunos da Pós-Graduação em Produção Cultural. Os palestrantes convidados foram renomados nomes da área: Stella Galvão (jornalista e Professora da Escola da Comunicação e Artes da UnP), Josenilton Tavares (membro do Programa de Incentivos Fiscais Djalma Maranhão), Monica Mac Dowell (produtora cultural), Fernanda Matos (Técnica do Ministério da Cultura), Ângela Ferreira (museóloga) e os produtores: Marcos Sá de Paula, Cláudio Machado e Kaleb Melo. Acompanhando tudo, a Coordenadora do Curso de Pós-Graduação em Produção Cultural, Professora Lucia Leandro, também esteve presente.

O objetivo do evento foi agregar valor aos pós-graduandos da área. Foram abordados temas como o fazer da produção cultural no RN, bem como as dificuldades e soluções do mercado que cresce a cada dia. Também foram abordadas as novas formas de implantar projetos para o desenvolvimento humano e da sociedade, e os desafios na utilização das leis de incentivo a cultura.

No encontro, entre muitos assuntos abordados um que chamou atenção foi o sentido real do que é cultura e o seu fazer. Na fala dos produtores Kaleb Melo, Cláudio Machado e Josenilton Tavares, a cultura diz respeito a um conjunto de hábitos, comportamentos, valores morais, crenças e símbolos, dentre outros. Na capital potiguar, onde editais filtram em ênfase categorizando a elaboração autoral do estado. “As Leis de incentivos, apoiam e firmam as diversidades culturais. Nessa construção a proposição individual tende a capitar recursos, já a execução pública tem como barreiras as prestações de contas”. Afirma a produtora Monica Mac Dowell.

Ainda no evento, foi discutido o atual cenário cultural em que o Rio Grande do Norte se encontra. Para a museóloga Ângela Ferreira: “o RN vive um bom momento cultural, pois, o que se produz tem alcançado os objetivos propostos. O que precisa ser feito é fazer com que esses projetos cheguem ao maior número de pessoas possíveis.” Ao final, os alunos e participantes do evento tiveram um produtivo bate papo sobre a temática central, onde puderam expor seus sonhos, idealizações e realizações na área.

 

Texto por
Amaury Júnior, Jornalista e Pós-graduando em Produção Cultural pela UnP.
Ana Pinheiro, Sibelly Bessa e Ivan Fercós – Alunos da Graduação em Jornalismo da UnP.