Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

20 de novembro de 2017 17:37

Nova fase do Projeto Pesca Sustentável é debatida em reunião

Os professores que estão a frente do projeto debateram com a Prefeitura de Porto do Mangue as novas etapas de ações que vão beneficiar a população de Pedra Grande

No dia 17 de novembro, a equipe do projeto Pesca Sustentável e Geração de Renda em Pedra Grande, recebeu no Campus Mossoró, a visita dos representantes da Prefeitura do município de Porto do Mangue. Participaram da reunião, a convite da profa. Tenessee Nunes, embaixadora do Projeto, professores de várias áreas de atuação da Universidade, o prefeito Hipolito Sael e o chefe de gabinete, o sr. Nacélio Santana.

Ideias a serem desenvolvidas 

O prof. Brenny Senna, gerente acadêmico do Campus Mossoró, abriu a reunião ressaltando a importância daquele momento para o fortalecimento da parceria entre prefeitura de Porto do Mangue e a UnP. Ele afirmou que todos os esforços estão sendo feitos para agilizar a obra de escavação do poço que a comunidade.

O professor Antônio Tomaz apresentou a equipe da prefeitura, o mapa topográfico que localiza geograficamente todos os empreendimentos contidos na praia de Pedra Grande, dando destaque ao espaço cedido pelos comunitários para a execução das obras futuras. Ele ressaltou que este documento é de fundamental importância para que a prefeitura de Porto do Mangue realize obras de infraestrutura na comunidade, pois permite planejar acessos, obras de pavimentação, entre outras.

Já os professores Dorian Cabral e Alexandre Lopes apresentaram a planta arquitetônica da futura sede da Associação Nossa Senhora desatadora dos Nós, fundada em 21 de maio deste ano já em virtude das ações do projeto pesca sustentável. A obra contempla um grande espaço coberto para a realização de eventos comunitários ou reuniões de grande porte, além de comemorações em feriados ou festividades da própria comunidade.

Uma área de venda e armazenamento de pescado, onde serão colocados os freezers que o projeto prevê a compra, sala para futuramente haver atendimentos médicos ou odontológicos à população (que era uma grande reivindicação dos moradores), copa, almoxarifado, entre outras dependências. Os professores ressaltaram que este local passaria a ser o centro de referência para os comunitários, tendo em vista que de todas as comunidades da região, a praia de Pedra Grande é a única comunidade que não possui seu centro comunitário estruturado.

Avanços

O prefeito comprometeu-se com todos os presentes de reunir esforços para fazer agilizar o processo que está tramitando em virtude da devolução das terras de Pedra Grande ao município, para que assim, os terrenos possam ser regularizados e as obras tenham início. Essa ação trará alívio aos moradores que constantemente sentem-se ameaçados com o risco de terem suas terras desapropriadas. O povo de Pedra Grande, que tem sua maior representação nos núcleos familiares de seu Adelino Nascimento e seu Veridiano habitam aquela região há mais de 100 anos, e esperam pelo dia que poderão ter suas terras regularizadas para que as benfeitorias possam ser executadas.

As professoras Tenessee e Neuma sentem-se otimistas quanto ao futuro, e estão certas de que as ações da prefeitura serão fortes aliadas no avanço da construção do tão sonhado poço e da sede comunitária de Pedra Grande.

Próximas ações

As próximas ações relativas ao projeto serão a ação de revitalização e pintura das casas da comunidade, que acontecerá no próximo dia 2 de novembro.  Essa atividade será possível devido aos recursos arrecadados pela palestra promovida pelo projeto parceiro Administradores Solidários sob a coordenação das prof. Kelly Kercy e da prof. Wendy Bezerra, a frente do curso de Administração. A palestra contou com a presença do juiz de Direito Magno Kleiber Maia e a quantia arrecada com as inscrições será revertida na compra de tinta para a ação.

Nos dias 5 e 6 de dezembro, a professora Tenessee Nunes viajará para Maceió, acompanhada de uma moradora da comunidade e de um aluno voluntário do projeto para participar da III reunião de coordenações de projetos, onde serão mostrados todos os avanços e resultados alcançados até aqui.

A professora Tenessee comemora o que considerou como um ano de intensa atividade e muitos resultados positivos. Após a reunião, a professora agradeceu o empenho de todos os presentes, que assim como a UnP, ganhadora do prêmio Santander Universidade Solidária, abraçaram a causa juntamente com a professora.