Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

23 de agosto de 2016 14:21

NOVO e UnP lançam programa de estágio para estudantes de Jornalismo

Unir o conhecimento teórico adquirido em sala de aula com a prática jornalística vivenciada diariamente nas redações. Esse é o principal objetivo do projeto Master Foca de Jornalismo, uma parceira desenvolvida entre o NOVO e a Universidade Potiguar (UnP).

Em sua primeira edição, o programa contará com a participação de 27 estudantes do sexto período do curso de jornalismo da instituição de ensino superior. Divididos em cinco grandes grupos, os futuros jornalistas terão a missão de, semanalmente, apresentar conteúdos multimídias para a avaliação de um corpo de jurados formado por profissionais do NOVO e da UnP. Os melhores trabalhos serão publicados e todos os trabalhos serão analisados e discutidos com os estudantes.

Uma vez por semana, esses jurados irão se reunir para analisar os conteúdos produzidos pelos estudantes. Seguindo os moldes do reality culinário Master Chef, fonte de inspiração para o projeto, o júri vai considerar os “temperos” utilizados na construção das matérias para avaliá-las. Cada reportagem receberá uma nota – variando entre 3 e 10 – e, ao final do programa, a equipe vencedora será personagem de uma reportagem na edição impressa do NOVO e em seus diversos canais digitais.

Contarão como critérios para a avaliação dos jurados o empenho dos estudantes em cumprir a pauta, a qualidade do texto empregado, a abordagem escolhida para a produção e, principalmente, a criatividade dos estudantes. “Os temas serão escolhidos pelos próprios estudantes. Nossa intenção é tentar reproduzir ao máximo aquilo que os estudantes encontrarão futuramente no mercado”, explica Carlos Magno Araújo, conselheiro de relacionamento com comunidades e marcas e diretor de Redação do NOVO. Ele destaca a parceria e o envolvimento da UnP para o sucesso da iniciativa. “É um projeto feito a várias mãos, mas foi abraçado de tal forma pela universidade que todos os semestres a disciplina de estágio obrigatório vai ser realizada no NOVO, ou seja, entramos para a grade curricular, uma honra e uma responsabilidade”.

A cada quarta e quinta-feira os grupos receberão novas missões e um resumo oral a respeito do que produziram na semana anterior. Durante o encontro, que acontecerá na redação do NOVO, serão analisados erros e acertos das produções e dicas do que pode ser feito para melhorar na semana seguinte.

A equipe do NOVO prestará atendimento sobre duvidas, empregará sua experiência e dará sugestões para contribuir como o aprendizado dos estudantes. A equipe da UnP será responsável pelo acompanhamento didático e pedagógico dos estudantes.

O primeiro desafio para os alunos, distribuído nesta primeira semana, será produzir uma notícia para ser publicada nos canais multimídias do NOVO. O tema da produção será escolhido pelos grupos. Não há uma determinação sobre o assunto a ser abordado. A única exigência é que os “focas”, que é como se chamam os jornalistas novatos que chegam às redações, produzam conteúdos inéditos.

A professora de jornalismo Ana Tazia Cardozo fará parte da banca que vai avaliar o material produzido pelos alunos. Ela acredita que a parceria estabelecida entre a UnP e o NOVO demonstra que o jornal está engajado nas mudanças pelas quais o jornalismo vem passando nos últimos anos e disposto a compartilhar conhecimento com os futuros jornalistas. “O projeto revela-se como um espaço de prática acadêmica, proporcionando experiência prática aos alunos. Eles poderão viver a experiência real do mercado, sendo desafiados semanalmente. Um aprendizado que só a prática poderá mostrar”, acredita.

Para Francisco de Paula, coordenador da Escola de Comunicação da UnP, a parceria estabelecida entre o NOVO e a universidade será benéfica para o desenvolvimento da compreensão jornalística de mercado que os alunos precisam ter ao deixar a academia. “A vivência do mercado, os desafios diários, o furo de reportagem, entre outras coisas, por mais que se tente, só se aprende na prática”, avalia.

Um dos idealizadores do projeto, o professor Marcelo Bandiera, coordenador do Centro de Empreendedorismo da UnP, acredita que o Master Foca chega para ocupar uma lacuna aberta dentro do curso de jornalismo da universidade. Além disso, Bandeira destaca que o programa servirá de laboratório para que os estudantes possam desenvolver ideias próprias de empreendedorismo. “Nós trazemos para a UnP a inspiração para que nossos alunos possam adotar um postura mais empreendedora em relação à vida e ofertamos os instrumentos para aqueles que desejam seguir em frente”, aponta Marcelo Bandiera.

Primeiro encontro, início das tarefas

O primeiro encontro entre os produtores de conteúdo e membros da chefia do NOVO e os estudantes de jornalismo da UnP aconteceu na quarta e quinta-feira passadas. Divididos em dois grupos, os alunos estiveram na redação, no período noturno, mesmo horário em que eles cumprem a carga horária na universidade, participando de uma aula expositiva sobre o Master Foca.

Os encontros foram transmitidos ao vivo através do Facebook do NOVO (Facebook.com/NovoJornal) e seguem disponível na página. A intenção é que todas as reuniões, inclusive as avaliações dos textos sejam transmitidas em tempo real nas redes sociais.

Durante as aulas iniciais, os estudantes contaram um pouco da expectativa com o projeto. Para a aluna Andréa Figueiró, o programa será a oportunidade de por em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula. “Estou ansiosa para viver essa experiência maravilhosa aguardada por nós todos”, disse.

Andréa é representante do grupo 2 do programa. Ela irá trabalhar ao lado dos colegas Ana Paula Mafra, Daltro Emereciano, Débora Nascimento, Iago Cavalcanti e Ilma Emereciano.

O estudante Rafael Nascimento, do grupo 5, considera que a parceria entre NOVO e UnP será fundamental para o compartilhamento de experiências entre alunos e profissionais já consolidados no mercado. “Esse aprendizado com vocês [do NOVO] será gratificante para todos nós”, avalia. O grupo 5 é composto por, além de Nascimento, Ayrton Freire, Rafael Pereira, Ivan Fercós e Wallace Maxsuel.

O estudante Boanerges Neto, do grupo 3, que já atua no mercado, considera que o Master Foca será uma oportunidade única para desenvolver o seu texto voltado para um suporte midiático diferente daquele que ele está acostumado a fazer diariamente. “Tenho um pouco de experiência com redação, mas acredito que aqui será bem diferente”, projeta. Além de Boanerges, o grupo 3 é formado por Annuska Teixeira, Augusto César, Renato Vasconcelos e Rodrigo Ferreira.

Membro do grupo 1 do Master Foca, a estudante Jaqueline Barbosa pretende utilizar o projeto como um laboratório para difusão de novos conhecimentos. Ela, que já tem experiência com o rádiojornalismo, espera encerrar o semestre afinada com as formas de trabalho exigidas em plataformas digitais e no jornalismo impresso. “Vai ser algo novo, mas estou bastante empolgada para aprender”, afirmou. O grupo 1 conta ainda com os estudantes Alessandro Imperial, Danielly Costa, Nathália Gomes e Silas D’Nóbrega, além de Jaqueline.

Já a estudante Eveline Gomes, do grupo 4, espera conseguir extrair da equipe de produção de conteúdo do NOVO dicas e sugestões que possam contribuir para a sua formação profissional. “Espero crescer muito aqui dentro do NOVO, junto com meus colegas, e participar dessa disputa saudável para adquirir conhecimento”. O grupo 4 conta ainda com os alunos Elaine Brito, Jeanne Pinheiro, Jonathan Bezerra, Danielle Irineu e Ravena Henrique.

Fonte: Novo Jornal