Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

12 de setembro de 2019 16:21

Parceria entre UnP e UFRN dissemina capacitação sobre teste do coraçãozinho

Primeiro passo é introduzir o treinamento nas instituições privadas de ensino de Natal
Foto: Divulgação/HUOL

Nos dias 6, 9 e 11 de setembro, o projeto Teste do Coraçãozinho do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), coordenado pela cardiopediatra Gisele Leite, realizou a 1ª Capacitação sobre o Teste do Coraçãozinho em parceria com a Universidade Potiguar (UnP)

O evento, que reuniu cerca de 500 inscritos, foi o ponta pé inicial da colaboração que objetiva introduzir o treinamento voltado para a triagem das cardiopatias congênitas nas instituições privadas de ensino do município de Natal, sobre tudo nos cursos de formação em Medicina, Enfermagem e Técnico em Enfermagem.

“O objetivo é contribuir para a efetiva implementação do teste do coraçãozinho como atenção básica no âmbito de Natal, capacitando e sensibilizando os futuros profissionais de saúde, pois esse instrumento está regularmente instituído desde 2014, através de portaria do Ministério da Saúde, mas infelizmente ainda não é executado rotineiramente”, explica Dra. Gisele Leite.

“O próximo passo é ainda mais amplo e pretende atingir todo o Sistema Único de Saúde, disponibilizando ensino à distância, através da plataforma de conhecimento aberto do SUS, o Avasus, que contemplará tanto profissionais e estudante da saúde quanto o público em geral”, destaca a coordenadora do projeto.

Sobre a Rede Hospitalar Ebserh
Vinculada ao Ministério da Educação (MEC), a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) administra atualmente 40 hospitais universitários federais, impulsionando suas atividades por meio de uma gestão de excelência.

Como hospitais vinculados a universidades federais, essas unidades têm características específicas por atender pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), e, principalmente, por apoiar a formação de novos profissionais de saúde e o desenvolvimento de pesquisas. Devido a sua natureza educacional, a Rede Hospitalar Ebserh atua de forma complementar ao SUS, não sendo responsável pela totalidade dos atendimentos de saúde do país.