Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

25 de outubro de 2018 16:40

Pós-Graduação em Biotecnologia participa de evento na Universidade de Sorbonne

Evento acontece entre 31 de outubro e 2 de novembro

O Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia da Universidade Potiguar (PPGB-UnP) participará do Euro Science Evidence 2018 na Universidade de Sorbonne, em Paris. O evento, que irá ocorrer entre 31 de outubro e 2 de novembro, é voltado para 30 médicos selecionados para apresentação e discussão das principais pesquisas que estão sendo desenvolvidas em parceria com a Universidade de Sorbonne Paris Diderot 7.

O PPGB em parceria com a Farmácia Evidence, a Sociedade Francesa de Nanomedicina (SFNano) e a Cenegenics estão organizando o evento. O Prof. Dr. Fausto Pierdoná Guzen está integrando o quadro de palestrantes e apresentará o tema “Longevidade Cerebral”. Já a Profa. Dra. Dinalva Brito de Queiroz fará parte da organização do Euro Science com outros docentes do Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia (PPGB) da UnP. Os profissionais estarão representando e divulgando o PPGB internacionalmente.

De acordo com a Coordenadora Stricto Sensu do PPGB, Profa. Dra.  Amália Rego, a participação é uma oportunidade de divulgação dos resultados de pesquisa e de contatos com pesquisadores para troca de experiências:  “Atualmente, temos vários projetos de pesquisa em parceria com a Universidade de Sorbonne Paris Diderot 7 com intercâmbio entre docentes”, explica.

Ainda segundo a Profa. Amália, a participação da Universidade Potiguar no meio científico em um evento como este, na Europa, é importante. “São os nossos pesquisadores levando conhecimento para o mundo, perante a comunidade científica, além das fronteiras”.

Além disso, ela acrescenta que a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) incentiva e financia, através do Programa de Apoio a Eventos no Exterior (PAEX), a participação de doutores em eventos científicos fora do país, proporcionando visibilidade internacional à produção científica, tecnológica e cultural gerada no Brasil.