Acessibilidade
6 de novembro de 2017 14:08

Professor participa de pesquisa sobre vulnerabilidade costeira

Prof. Dr. Werner Farkatt Tabosa foi convidado para participar do projeto VALSA que estuda impactos no ambiente da costa potiguar

O Prof. Dr. Werner Farkatt Tabosa, docente da Escola de Engenharias e TI, está participando do Projeto de Pesquisa Valoração de Serviços Ambientais Aplicados à Vulnerabilidade Costeira (VALSA) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O trabalho, que resultará em estágio pós-doutoral certificado pela CAPES, deverá ser concluído em fevereiro de 2019. Esse é o segundo pós-doutorado de Farkatt.

O prof. Werner está na Universidade Potiguar desde 2009 e ensina nos Cursos de Engenharia Ambiental, Petróleo e Gás e Ciências Biológicas. Sua participação na pesquisa terá um prazo de 6 meses, em que será coletado, processado e analisado dados decorrentes de mudanças climáticas e de intervenções ocasionadas pela ação humana na natureza. Suas atividades ainda estão vinculadas ao Programa Pesquisador Visitante Especial PPVE’s (CSF-PVE-S).

O VALSA iniciou em 2015. A gestão está sobre responsabilidade do Departamento de Geografia da UFRN, tendo como coordenadores o técnico o Prof. Dr. Ermínio Fernandes e a Profa. Dra. Zuleide Maria Carvalho Lima. O projeto é um estudo ambiental que tem como objetivo valorizar o meio ambiente buscando entender os elementos que interferem para as mudanças no litoral. É um projeto interdisciplinar em que há a integração de todas as ciências e, além de analisar as características ambientais de cada região, ainda tem o lado social que quantifica a importância da biodiversidade. “Não adianta só pensar nos aspectos econômicos e sociais e esquecer do verde, pois em uma sociedade precisamos de equilíbrio em todas as esferas”, afirma o Professor de Engenharia Ambiental, Werner Farkatt.

As pesquisas estão centralizadas em Zonas Costeiras e, atualmente, analisa áreas em Ponta Negra, Guamaré e Macau. Além disso, a pesquisa já rendeu Tese de Doutorado, Dissertação de Mestrado e Relatórios de Conclusão de Curso. “Agora a pesquisa está em sua etapa final, onde será realizada a interpretação dos dados coletados sobre a dinâmica da Costa para que assim possamos mensurar os benéficos práticos que ele trouxe para a sociedade”, conta.