Acessibilidade

Central de Atendimento: (84) 4020-7890

2 de setembro de 2011 14:04

Professora e alunos da UnP apresentam trabalhos no Intercom Nacional

A Escola de Comunicação e Artes da UnP estará bem representada no XXXIV Congresso Brasileiro de  Ciências da Comunicação (Intercom 2011), que ocorre este ano em Recife entre os dias 2 e 6 de setembro. O curso de Publicidade e Propaganda levará três trabalhos de alunos premiados no Intercom Nordeste, realizado em Maceió de 15 a 17 de junho passado. Os alunos vão concorrer na categoria Campanha Promocional, Cartaz e Game, cujos grupos são liderados, respectivamente, por João Eduardo Aniceto, Ernani Alves e Tainá Castro. Eles colocarão novamente o curso de Publicidade e Propaganda entre os mais destacados do país, concorrendo com universidades de todas as regiões.

O curso de Jornalismo da UnP competirá em duas modalidades com trabalhos premiados no Intercom Nordeste. Na categoria Assessoria de Imprensa, o aluno José Alves de Souza defenderá o já premiado Plano de Comunicação para o Hospital Infantil Varela Santiago. O plano, desenvolvido sob orientação da professora Stella Galvão, do curso de Jornalismo da UnP, contempla soluções de comunicação para os públicos interno e a comunidade em geral. Prevê parcerias com empresas que queiram atrelar suas marcas às ações do hospital. Também concorrerá na categoria Telejornalismo o projeto ‘UnP Notícias’, que será apresentado pelo aluno Pedro Paulo Ubarana.
Os alunos serão acompanhados pelos diretores dos cursos de Publicidade e Propaganda, Francisco de Paula, e de Jornalismo, Leonardo Gamberoni.

Nos grupos de pesquisa, a professora Stella Galvão representará a UnP com a apresentação da temática “Cultura e Mídia: Hiatos e possibilidades nos     jornais de Natal”. A pesquisa conduzida pela professora se propõe a esquadrinhar a noção de cultura como recorte editorial, as perspectivas culturais reveladas pelo jornalismo diário em veículos impressos, investigar os desdobramentos dessas informações sobre o cotidiano da população, e na formação (ou não) de um leitor com um repertório cultural mais amplo. A pesquisa, em andamento, busca evidenciar o tipo de informação cultural mais comumente circulante nos jornais diários de Natal.