Acessibilidade

Central de Atendimento: (84) 4020-7890

28 de agosto de 2018 14:52

Professores de Engenharias representam UnP em evento da área

Ítalo Vale e Herbert Senzano participaram da 75ª SOEA realizada em Maceió

Os Professores Ítalo Vale, engenheiro civil, e Herbert Senzano, engenheiro químico, participaram da 75ª Semana Oficial da Engenharia e Agronomia (SOEA), realizada em Maceió, entre os dias 21 e 24 de agosto. Eles representaram a Universidade Potiguar na Comissão do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (Crea-RN) que viajou para o evento, juntamente com outras Instituições de Ensino Superior como UFRN, Ufersa e IFRN.

O tema da 75ª SOEA, que ocorreu simultaneamente ao Congresso Técnico Científico – Contecc, foi “Engenharia e Ética na Reconstrução do Brasil”, sendo destaque as discussões sobre: “A implantação da tecnologia BIM no Brasil”; “Desafios da Norma de Desempenho – ABNT NBR 15575”; “Indústria 4.0 – a transformação digital e às engenharias; Energia renovável no Nordeste”; “Energia solar no Brasil – desafios e futuro”; “Engenharia em ação – participação feminina na era das indústrias 4.0”; e “Os desafios para os novos projetos pedagógicos de cursos de engenharia diante do novo perfil de jovens estudantes”.

O Prof. Ítalo destaca a qualidade dos trabalhos apresentados no Contecc que ocorre desde o 71º SOEA (2014), sendo este ano expostos aproximadamente 500 trabalhos. “Me programei para assistir uma palestra na quinta-feira pela manhã, mas não consegui – passei duas horas no pavilhão de exposição dos trabalhos – e me chamou atenção a qualidade dos estudos realizados”, afirma o docente.

Vale também se disse impressionado com a minúcia das discussões nas palestras e minicursos sobre a implantação da tecnologia BIM no Brasil e os desafios da Norma de Desempenho. O professor afirma que é indiscutível que a tecnologia BIM mudará a engenharia brasileira e que o país já está atrasado em seu uso quando comparado a outros.

“Recebi a missão dos gestores do curso de engenharia civil – Profa. Luciana Xavier e Prof. Hugo Câmara – replicar os conhecimentos sobre essa nova tecnologia aos nossos docentes, e trago a seguinte reflexão: conseguiremos modelar nossos projetos para identificar as interferências aos requisitos de atendimento à Norma de Desempenho? Esse é o caminho percorrido pelos profissionais da engenharia civil brasileira. Vislumbro alunos do nosso curso de engenharia civil elaborando pesquisas e TCCs com essa temática”.

A delegação do Crea-RN contou com representantes de entidades de classe, profissionais do Conselho, Mútua, conselheiros, estudantes, representantes do Crea Júnior e entidades de ensino superior que participaram do evento ao lado da presidente Ana Adalgisa Dias Paulino.

Foram quatro dias de palestras, debates, discussões e apresentações de novas técnicas que podem contribuir com o dia a dia do profissional que desenvolve atividades nas áreas de engenharia, agronomia e geociências.