Acessibilidade
16 de dezembro de 2011 14:59

Programa Ciências sem Fronteiras irá oferecer 101 mil bolsas de estudo até 2014

O Governo Federal anunciou a criação de uma iniciativa que vai expandir a ciência e a tecnologia brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional. Trata-se do Programa Ciência sem Fronteiras. Ao todo, 101 mil bolsas serão oferecidas até 2014 a estudantes e pesquisadores no País e no Exterior. Deste total, 26 mil serão concedidas com recursos da iniciativa privada.

Os estudantes e pós-doutores do Ciência sem Fronteiras terão o seu treinamento nas melhores instituições disponíveis, prioritariamente entre as mais bem conceituadas para cada grande área do conhecimento. “É importante lembrar que nós estimulamos os intercâmbios dessa natureza” – esclarece Rodrigo Lopes, coordenador do International Office da UnP.

A oferta prevê as modalidades graduação-sanduíche, educação profissional e tecnológica e pós-graduação: doutorado-sanduíche, doutorado pleno e pós-doutorado. Na modalidade sanduíche, o aluno pode cursar uma parte da graduação fora do país, de modo a manter contato com sistemas educacionais competitivos em relação à tecnologia e inovação. A iniciativa é dos ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia.

Informações no www.cienciasemfonteiras.gov.br.