Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

20 de outubro de 2017 11:42

Projeto Pesca Sustentável sinaliza novas formas de renda para moradores de Pedra grande

Ao longo de todo mês de setembro, os alunos e professores dos cursos Arquitetura e Urbanismo, Ciências Contábeis e Engenharia Civil do Campus Mossoró trabalharam para regularização jurídica do Projeto Pesca Sustentável e Geração de Renda. Com a Associação Nossa Senhora Desatadoras dos Nós regulamentada com CNPJ próprio, os moradores da praia de Pedra Grande comemoram a representação dos seus interesses.

Uma nova fase do projeto ganha força. Por meio de oficinas, todos os moradores serão capacitados para lidar com os benefícios que resultaram do trabalho integrado com associação. Uma das atividades, idealizada pelo Curso de Nutrição, começou a capacitar os moradores a escolhas mais conscientes no momento da alimentação. No mês de novembro, uma mobilização social, promovida pelo projeto parceiro Administradores Solidários, realizará restaurações e pinturas de algumas residências da comunidade.

PESCA SUSTENTÁVEL E GERAÇÃO DE RENDA

O presidente, Raimundo Nonato do Nascimento, entendendo a importância da comunidade possuir toda a documentação legal, comemorou a vitória. “Dessa maneira, podemos lutar junto a prefeitura de Porto do Mangue pela regularização do terreno onde será construído o poço que trará água potável para os moradores da praia”, declarou.

Os professores Antonio Tomaz, Dorian Freire e Alexandre Lopes, das Escolas de Engenharias e AD&F, respectivamente, cuidam do projeto topográfico e arquitetônico da sede e da casa em que irão implantar o poço. Após conclusão do projeto, a equipe irá se reunir com os representantes do município de Porto do Mangue em busca de uma solução para a regularização do terreno onde a obra será realizada.

“Por entenderem a contribuição que o projeto Pesca Sustentável e Geração de Renda está agregando a comunidade, todos esses avanços são comemorados pelos coordenadores do projeto, uma vez que os moradores estão cada vez mais engajados e confiantes nas ações da UnP e do Banco Santander”, destaca a embaixadora do projeto Tenessee Nunes, ganhadora do Prêmio Santander Universidade Solidária 2015.

PRIMEIRA OFICINA

No dia 14 de outubro, os moradores participaram da primeira oficina de uma nova fase do projeto. Nessa etapa, os moradores serão capacitados em diversas áreas. A atividade do dia 14 foi direcionada a manipulação e higiene de alimentos, promovida pelo Curso de Nutrição de Mossoró e proporcionou as donas de casa e aos seus filhos pequenos, atividades práticas como reconhecimento dos componentes dos alimentos industrializados e os males que estes podem trazer para quem os consomem.

Na oportunidade, as mães e crianças manusearam alimentos: biscoitos recheados, refrigerantes, macarrão instantâneo, sucos industrializados, e os estudantes e professores apresentaram as quantidades de açúcares, sais e gorduras que cada alimento possuía. Direcionando assim a busca por uma alimentação mais saudável, composta por alimentos de origem natural. A interação da comunidade foi significativa para troca de experiências.

A formação foi conduzida pelas professoras Ana Katarina Dias de Oliveira e Ludmilla Pimenta Carlos de Sales, acompanhadas de sete estudantes do curso de Nutrição em diferentes séries do curso e amparadas pela coordenação acadêmica do curso, o prof. Vinícius Freitas.

PRÓXIMAS OFICINAS

As capacitações continuam, no dia 21 de outubro, atividades relativas ao projeto Pesca Sustentável serão realizadas por equipes compostas por alunos do curso de Pedagogia, Escola da Saúde com os anjos da Enfermagem. No encontro farão a comemoração alusiva ao dia da criança e uma ação multidisciplinar relativa ao outubro rosa.

MOBILIZAÇÃO SOCIAL

No mês de novembro, acontecerá uma grande mobilização com o objetivo de restaurar e pintar algumas residências da comunidade com os recursos financeiros adquiridos por meio da Palestra Homo(Sexualidade) ministrada pelo excelentíssimo Juiz do Trabalho Magno Kleiber Maia Ribeiro, promovida pelo projeto parceiro Administradores solidários, que é idealizado pela prof. Kelly Kercy Nogueira da Silva.