Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

21 de fevereiro de 2019 14:17

Saiba a hora certa de fazer uma segunda graduação

Mercado mais exigente, traz possibilidades para uma nova formação. Mas é preciso avaliar se seus planos profissionais se encaixam no perfil

Como o mercado de trabalho está em constante transformação, é natural pensar que as empresas exigem sempre algo novo de seus profissionais. Dentre as diversas alternativas, há quem opte por se especializar na própria área em que atua, com uma pós-graduação, por exemplo, mas tem sido cada vez frequente a escolha pela segunda graduação.

Geralmente, a escolha por uma segunda graduação precisa ser tomada quando a mudança do curso é radical, como migrar das ciências humanas para exatas, por exemplo. Dependendo do cargo, quem opta por mais um diploma logo percebe que um curso pode complementar o outro, embora sejam pertencentes a campos distintos de conhecimento.

Quando se trata da perda de encanto pela profissão após quase meia década de estudos dentro de sala de aula, é aconselhável avaliar se todas as possibilidades que sua área oferece foram bem exploradas. Seja qual for a decisão, voltar para a faculdade requer autoconhecimento e é importante avaliar como foi construída sua carreira. Somente assim, é possível traçar um objetivo que esteja claramente alinhado com seus desejos, evitando decepções futuras durante a segunda vida acadêmica.

O que considerar antes da segunda graduação
Mesmo que seja por recolocação no mercado de trabalho ou para subir de cargo dentro da sua empresa, é imprescindível avaliar a importância do segundo curso para a construção da sua carreira.

Realmente preciso?
Além de ser uma excelente forma para ampliar os conhecimentos em outra área, muitas empresas podem enxergar naquele candidato munido de dois diplomas a possibilidade de assumir funções mais valorizadas. Mas tudo isso vai depender do curso escolhido, das habilidades adquiridas e acumuladas ao longo da trajetória acadêmica.

Como me informar?
Antes de resolver se matricular em um novo curso, aproveite para ouvir opiniões de quem já vivenciou essa realidade e procure conhecer as vantagens que outras pessoas adquiriram com o segundo curso. Sendo assim, todos os conselhos recebidos vão possibilitar o entendimento de como funciona o trabalho na prática e quais são os melhores caminhos a trilhar.

Tipos de Graduação
A graduação acadêmica é a certificação de que você pode exercer uma atividade de nível superior e abrange o campo das ciências exatas, humanas, biológicas. Dentro desse universo se encontram as áreas de saúde, engenharia, tecnologia, letras, linguística e artes.

Sendo a metodologia de aprendizagem mais tradicional e adotada pela maioria das pessoas, a graduação acadêmica tem duração de quatro a cinco anos e apresenta um conteúdo mais teórico e amplo.

Com duração em média de 2 anos, a graduação tecnológica prioriza a formação de profissionais para áreas mais específicas. Não é preciso possuir nem mesmo outra graduação para ingressar em um curso dessa modalidade. Basta ter o ensino médio, assim como na graduação acadêmica.