Acessibilidade
16 de outubro de 2017 18:50

Saúde na Praça reúne mais de 800 participantes

A ação alusiva ao Outubro Rosa aconteceu no dia 15 de outubro na praça do Teatro Dix-Huit Rosado em Mossoró

A 12ª Edição do Saúde na Praça, promovida pelo Campus Mossoró, abordou Outubro Rosa e realizou em torno de 630 atendimentos de saúde na área de Enfermagem, Educação Física, Fisioterapia, Nutrição e Serviço Social. A ação, que aconteceu no dia 15 de outubro, envolveu 30 alunos e 9 professores e, pela primeira vez, foi transferida para a Praça do Teatro Dix-Huit Rosado, uma vez que os espaços anteriores ficaram pequenos para comportar os interessados.

Em alusão a prevenção do câncer de mama e de colo uterino, todo o Teatro Dix-Huit Rosado estava iluminado de rosa. Na ocasião, a Escola de Saúde promoveu orientações para prevenção do câncer, serviços de saúde, aulões de dança e de muay thai. Os aulões de dança foram conduzidos pelos parceiros Studio de Dança Hykaroo Mendonça e Academia NewFit, respectivamente representados, pelos professores Hykaroo Mendonça e Abraão Morais, levando alegria a mais de 800 participantes. Nesta edição especial, a parceria com a Castelo Casado Iluminações, possibilitou a iluminação, o palco e o som para o aulão de dança.

Na oportunidade, o Curso de Ciências Contábeis também realizou ações do Núcleo de Apoio Contábil e Fiscal (NAF), entendendo que a saúde financeira interfere diretamente na saúde biológica. O Projeto Saúde na Praça, criado pela Escola da Saúde UnP Mossoró, é parceiro da Prefeitura de Mossoró, Secretarias de Saúde e Esportes e contribui com o projeto “Viva Rio Branco”, do Executivo Municipal.

“É motivante e gratificante ver o projeto crescer a cada edição. As famílias participam do Saúde na Praça porque encontram além de serviços de saúde um espaço para lazer, confraternização e convivência harmônica. A praça tornou-se um espaço de todos: da criança, do adulto, do idoso. Cada um com sua identidade e suas necessidades preservadas”, afirma o Coordenador do Curso de Enfermagem e responsável pelo projeto, Prof. Dr. Wanderley Fernandes.