Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

19 de setembro de 2019 11:11

Setembro Amarelo: Alunos de Psicologia promovem diálogo sobre a valorização da vida

Projeto de extensão Café Psi do Campus Mossoró utiliza obras de arte para discutir temas da atualidade

A partir de uma iniciativa dos alunos de Psicologia do Campus Mossoró que participam do projeto de extensão Café Psi, foi realizado um encontro no dia 18 de setembro, em alusão a campanha Setembro Amarelo, de prevenção ao suicídio. Quinzenalmente, o grupo realiza rodas de conversa e leitura, e trazem temas para serem tratados, com o auxílio de textos e expressões artísticas. E nesta edição, o conteúdo foi a importância de viver.

Com música, o grupo formou um grande círculo para dar início a uma importante conversa sobre a valorização da vida. Os alunos levaram duas músicas que falam sobre a vida: Sujeito de Sorte, de Belchior, e Amar-elo, de Emicida, e também fizeram a leitura do poema Os ombros suportam o mundo, de Carlos Drummond de Andrade. Após a leitura do poema e das letras das músicas, todos que estavam no encontro tiveram a oportunidade de falar sobre o tema central da conversa, e ainda crescer um debate sobre como as pessoas encaram a vida nos dias atuais. Depois, os alunos analisaram o quadro Os Girassóis, de Vincent Van Gogh, que tem uma predominância da cor amarela, símbolo da campanha Setembro Amarelo.

O aluno Israel Barbosa, da 2ª série de Psicologia, esteve pela primeira vez em uma roda de conversa do Café Psi. “Foi um momento muito rico de interação entre todos. Pretendo voltar nos próximos encontros, pois gostei muito da forma descontraída com a qual debatemos um assunto tão importante, que é a vida”, disse o aluno.

O projeto de extensão Café Psi foi criado no primeiro semestre de 2018 e é coordenado pela professora Eurandízia Maia, coordenadora do curso de Psicologia no Campus Mossoró. “O Café Psi nasceu da necessidade de nivelamento de leitura entre os alunos. Nós do corpo docente percebemos que muitos deles se limitavam as leituras acadêmicas, então surgiu a ideia de realizar rodas de conversa, baseadas em textos da literatura clássica e textos atuais, para mostrar que em tudo podemos trabalhar conceitos da Psicologia. O projeto foi muito bem recebido pelos alunos de Psicologia e também de outro curso. A cada encontro temos a presença de novos participantes, dos mais variados cursos da instituição e também convidados dos alunos”, disse.

Os encontros acontecem quinzenalmente, e os alunos extensionistas conduzem a roda de conversa. A cada momento novos textos, músicas, obras de arte, poemas, são trazidos, e a partir da leitura coletiva todos os presentes interagem, fazendo uma ampla discussão ao redor do tema do dia. As rodas de conversa do projeto Café Psi são abertas a todos, e acontecem na sala de grupos, em quartas-feiras alternadas.