Acessibilidade

Central do Candidato: (84) 4020-7890 / Central do Aluno: (84) 3227-1234 +

+

4 de dezembro de 2019 18:50

Sofrimento humano é estudado por alunos de Psicologia em projeto

"Cuidar e existir" desenvolveu intervenções, realizou pesquisas e apresentou trabalhos durante 2019.2

Alunos do Curso de Psicologia realizaram, durante o segundo semestre de 2019, pesquisas sobre o sofrimento humano. As atividades foram motivadas pelo projeto de extensão “Cuidar e Existir”. A iniciativa abordou temas da área como a Psicoterapia fenomenológico-existencial e plantão psicológico.

Desse modo, os trabalhos, coordenados pelo Prof. Me. Délio Oliveira, resultaram em pesquisas com temáticas clínicas e pensando práticas de cuidado para crianças, adolescentes, adultos e idosos. “Esse é um espaço para concretização do estudo das questões emergentes na clínica psicológica de base fenomenológico-existencial”, explica o docente.

De acordo com o Prof. Délio, a perspectiva fenomenológica concebe o humano como um ser de possibilidades que atribui sentidos ao seu existir. Desse modo, junto ao psicoterapeuta, o indivíduo pode encontrar caminhos para melhor compreender como lidar com seu sofrimento na contemporaneidade.

Intervenções

Nesse sentido, o Cuidar e Existir abordou as principais demandas clínicas e elaborou projetos interventivos para cuidar do humano em sofrimento. O projeto contou com a participação de dez alunos das 6ª e 8ª séries. Também foi uma atividade realizada com a colaboração dos estagiários do Curso.

“Essas ações também contribuíram na ampliação da formação dos alunos. Tivemos capacitações acerca dos conhecimentos clínicos para além da sala de aula. Por sua vez, possibilitamos atendimentos mais qualificados à luz da psicologia fenomenológica”.

Oficinas

Durante o XXI Congresso Científico e Mostra de Extensão do Campus Natal, o prof. Délio ministrou oficinas juntamente com estagiárias da 10ª série de Psicologia. As palestras são fruto do Projeto Cuidar e Existir:

  • Agressividade e psicologia clínica infantil: ludoterapia e abordagem centrada na pessoa. Palestrantes: Délio Henrique Delfino De Oliveira e alunas Livia Dantas Vale, Maria Luisa de Macedo Pinheiro, e Vanessa Maria Castro Leitão.
  • Ansiedade na contemporaneidade: reflexão clínica da abordagem centrada na pessoa. Palestrante: Délio Henrique Delfino De Oliveira e alunas Maria Eduarda Silva de Santana, e Thalia Ferreira do Nascimento.
Trabalhos

Também durante o Congresso, foram apresentados trabalhos, resultados do Projeto Cuidar e Existir. Todas as pesquisas foram orientadas pelo Prof. Délio:

  • A Psicopatologia Na Ótica Fenomenológica-Existencial: Outro Modo De Ver O Sofrimento. Autora: Rayane Gabriela Da Silva
  • Adolescente Em Conflitos Relacionais No Contexto Familiar À Luz Da Abordagem Centrada Na Pessoa. Autora: Fabiana Leal Meireles Galvao
  • Agressividade Infantil Na Abordagem Centrada Na Pessoa: Reflexões Clínicas. Autora: Vanessa Maria Castro Leitão
  • Compreensão Do Luto À Luz Da Psicologia Fenomenológico-Existencial. Autor: André Victor Ribeiro
  • Mulheres Privadas De Liberdade E Violências Nos Presídios: Reflexões Da Psicologia Fenomenológicoexistencial. Autora: Mona Lisa De Sa Leitao De Sousa Freitas
  • Plantão Psicológico Com Adultos E Idosos: Uma Estudo Clínico Das Práticas De Um Serviço Escola De Psicologia. Autora: Thalia Ferreira Do Nascimento
  • Redes Sociais E A Era Da Técnica: Reflexões Da Psicologia Fenomenológico-Existencial. Autor: Carlos Mateus Da Silva Araújo
  • Ser Criança: Uma Leitura Clínica Da Abordagem Centrada Na Pessoa. Autora: Vanessa Maria Castro Leitão
  • Sintomas Psicossomáticos Em Universitários: Reflexões Da Psicologia Centrada Na Pessoa. Autora: Rayane Gabriela Da Silva
  • Suicídio Entre Universitários Da Saúde: Uma Compreensão Da Psicologia Fenomenológica-existencial. Autora: Vitória Dos Anjos Noleto Moura