Acessibilidade
4 de Maio de 2016 18:52

Universidade inaugura escritórios-modelo do Centro de Excelência em Pesquisa

A Universidade Potiguar, integrante da rede Laureate, concretizou mais uma importante etapa na dia 3 de maio. Com a presença de professores, alunos, parceiros e diretoria acadêmica, a Instituição inaugurou os escritórios-modelo do Centro de Excelência em Pesquisa Aplicada, o e-Labora, na Unidade Nascimento de Castro. De acordo com a Diretora Geral e Reitora da UnP, Professora Sâmela Gomes, “um sonho que se materializa através da entrega de uma infraestrutura”.

Em seu discurso para os presentes no evento, Profa. Sâmela Gomes agradeceu a todos da equipe acadêmica e aos alunos que fizeram parte da história do Centro, e contou um pouco da origem do e-Labora. “A missão da UnP é formar cidadãos e profissionais de excelência, contribuindo com o estado e com o país. Hoje nossa responsabilidade extrapola as dimensões do país, pois fazemos parte de uma rede mundial de Ensino, com mais de 1 milhão de alunos. Com foco em nossa missão, tínhamos o sonho de contribuir com o desenvolvimento da nossa região e do Brasil, e em 2014 chegamos ao conceito do e-Labora. Reunimos atividades que já existiam na Universidade, em um espaço que poderia ser uma referência, aliando a pesquisa, com a necessidade de aprendizado prático do aluno e o desenvolvimento da sociedade. O e-Labora ainda é jovem, temos muita estrada pela frente, mas quando eu vejo um aluno nosso desenvolvendo pesquisa, protótipo e tecnologia que vai resultar em emprego, renda e melhoria na qualidade de vida das pessoas, percebo que nosso sonho já está materializado.”

Através dos escritórios-modelo instalados na Unidade Nascimento de Castro, alunos bolsistas e voluntários, com a orientação de professores da Escola de Engenharias e Ciências Exatas, vão oferecer serviços e projetos nas áreas de arquitetura e design, construção civil, industrial e ambiental, automação e TI, todos com valores acessíveis para empresas, indústrias e sociedade. De acordo com o Professor Gedson Nunes, Presidente do e-Labora, “são mais de 400 alunos envolvidos, desenvolvendo soluções reais para empresas reais. São estudantes e professores contribuindo diretamente para o crescimento da região. Até 2015 já foram mais de 40 trabalhos desenvolvidos e a expectativa é crescer e contribuir ainda mais, agora com os escritórios.”

Na oportunidade do evento, ainda foram premiados professores e projetos que tiveram destaque durante o ano de 2015, entre eles, Professor Wendell Lopes, Coordenador do e-Labora e o estudante Danilo Diógenes, que desenvolveu o projeto do Sistema de Auxílio ao Deslocamento para Deficientes Visuais (SADDV), uma bengala que possui sensores de raios infravermelhos e raios ultrassônicos com interface com fones de ouvido. O trabalho teve importância reconhecida pelo Here for Good, ação da Laureate International Universities que fomenta e apoia projetos que buscam minimizar efeitos de problemas comuns no entorno das instituições da rede.