Acessibilidade

Setores

Sistema Integrado de Bibliotecas – SIB

Acervo Virtual


O Sistema Integrado de Bibliotecas SIB – UnP é composto por um conjunto de 05 (cinco) bibliotecas setoriais distribuídas em 2 campi (Natal e Mossoró), além das bibliotecas que dão suporte ao Núcleo de Educação a Distancia – NEaD.

O espaço físico disponibilizado aos usuários do SIB – UnP busca atender ao conjunto de qualidades desejáveis para Bibliotecas Universitárias, ambiente climatizado, com iluminação adequada para o espaço de leitura em grupo, individual, trabalho em grupo e leituras rápidas. Considerando os padrões físicos recomendados para bibliotecas universitárias e a expansão do acervo e dos serviços oferecidos, o SIB vem gradativamente ampliando a área física, para melhor acomodar essa nova realidade.

O acervo é constituído por diversos materiais informacionais: livros, periódicos, fitas de vídeo, fitas cassetes CD ROMs, DVD’s, VCD’s, bases de dados, acesso à Internet e Produção Intelectual da UnP. No autoatendimento é disposto os catálogos on-line, por autor e título, assim como a reserva, renovação de materiais e acesso as bases de dados.

O acervo está organizado pela Classificação Decimal Universal (CDU), distribuído de acordo com a área de interesse de cada unidade e ordenado por assunto, autor, título e outros detalhes técnicos.

No Portal da Biblioteca podem ser encontrados os serviços: Manuais de Orientações para a elaboração de trabalhos acadêmicos (monografias, TCCs, artigos, teses entre outros), juntamente ao Termo de Autorização exigido como complemento do Trabalho de Conclusão de Curso e/ou Monografia. Além disso, também disponibilizamos o arquivo de ficha catalográfica editável para pós-graduação Stricto Sensu – Mestrado.

Setores da Biblioteca de cada Unidade

  • Acervo Geral;
  • Acervo de Consulta;
  • Suporte ao Usuário;
  • Portaria e Conferência;
  • Guarda – volumes;
  • SIB Atendimento (Empréstimo; Devolução; Renovação; Consultas; Reservas e Histórico de Obras.)
  • Processamento Técnico;
  • Periódicos;
  • Multimeios;
  • Laboratório de Informática;
  • Setor de Pesquisa Virtual (Base de Dados);

Regulamento

Multas Cumulativas

Implementado pelo Sistema Integrado de Bibliotecas – SIB/UnP, permite ao usuário realizar empréstimos/renovações mesmo que tenha multas em atraso até atingir o limite estipulado que é de R$ 20,00 (vinte reais). A inovação trazida pelo SIB tem o objetivo de otimizar o tempo, fazendo com que o usuário não seja bloqueado na biblioteca em virtude de pequenas dívidas.

Para maiores esclarecimentos clicar nos arquivos abaixo:

Política de Atualização

1. CONCEITO

Consiste em agregar itens a uma coleção por meio de compra e doação. É exatamente um meio para concretização das decisões da seleção, buscando maximizar os resultados, estabelecer um fluxo administrativo, linear e controlado.

2. OBJETIVO

A política de aquisição, expansão e atualização do acervo bibliográfico do Sistema Integrado de Bibliotecas da Universidade Potiguar, tem por objetivo proporcionar o crescimento racional e ordenado do acervo nas diversas áreas do conhecimento, de modo a atender as demandas dos cursos da Instituição, dentro do contexto da educação, pesquisa e extensão. A partir de critérios estabelecidos para seleção, baseado em parâmetros do Ministério da Educação- MEC e/ou prioridades determinadas dentro da Instituição.

3. ACERVO

O acervo é formado por obras de referência, publicações periódicas, publicações monográficas e publicações eletrônicas, adquiridos por ser identificados como necessários nos programas de disciplinas dos cursos ou por necessidade das Coordenações de Cursos.

A aquisição do acervo é um processo que estabelece itens a serem agregados a uma coleção por meio de compra, doação ou permuta, sendo uma operação que resulta da seleção, ou seja, que implementa as decisões desta, ao incorporar à coleção os itens selecionados.

4. SELEÇÃO

O Material bibliográfico são selecionados conforme solicitados pelas coordenações de cursos baseado nos Projetos Pedagógicos que foram produzidos com base na grade curricular de cada curso dentro dos parâmetros do MEC. A bibliografia constante no Projeto Pedagógico do Curso, aprovado em todas as instâncias institucionais, constitui a base sobre a qual o acervo será adquirido e/ou atualizado.

4.1 RESPONSABILIDADE DA SELEÇÃO

O Levantamento bibliográfico é da responsabilidade das Direções de cursos em consonância com o Núcleo de Projetos e o apoio da equipe de bibliotecários que faz a pesquisa no sistema automatizado, repassa as informações necessárias para a tomada de decisões.

4.2 CRITÉRIOS PARA SELEÇÃO

As Bibliografias solicitadas por direções de cursos, deverão atender as necessidades das disciplinas oferecidas durante o ano, levando-se em consideração as bibliografias básicas e complementares com os respectivos quantitativos de exemplares por grupos de alunos matriculados, conforme parâmetros do MEC, já devidamente estipulados em cada disciplina no projeto pedagógico.

4.2.1 Periódicos e Multimeios

Estes materiais quando considerados específicos dos cursos, também passam pelos mesmos procedimentos de seleção dos livros, pois, em primeiro lugar, a aquisição é direcionada a atender a necessidade curricular. Os outros que não são específicos, porém, importantes para enriquecer as informações para os diversos cursos, são analisados pelos Bibliotecários com o aval dos Diretores.

Por decisão institucional e como forma de proporcionar maior acesso ao acervo de periódicos, os mesmos estão disponíveis apenas em versão eletrônica.

4.2.2 Bases de Dados

Para seleção e aquisição das bases de pesquisa são realizados levantamentos por área sobre novas bases de pesquisas disponíveis no Mercado, além dos fornecedores manter à biblioteca informada sobre novas bases e e-books, são realizados testes nas bases de pesquisas baseado nas necessidades informacionais dos cursos da Instituição.

Se as mesmas atenderem aos anseios informacionais, indicamos a aquisição da base de pesquisa para aprovação pelos setores competentes, junto com o parecer do Curso ou Escola.

4.2.3 Trabalho de Conclusão de curso

São enviadas pelas Direções dos Cursos para serem inseridos no acervo, aqueles trabalhos de conclusão de curso que estão dentro das normas e padrões mínimos para elaboração e apresentação conforme a Associação

Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Os mesmos são disponibilizados, desde 2013, em versão digital e depositados no Repositório Institucional.

5. CRITÉRIOS PARA AQUISIÇÃO

A política de aquisição do acervo é centralizada e se dá através das indicações das coordenações de cursos encaminhadas à Biblioteca através dos Projetos Pedagógicos. Esta política promove o maior envolvimento dos professores na seleção do acervo, bem como o comprometimento das bibliografias no gerenciamento dos recursos disponíveis. O fato de as aquisições da Biblioteca se nortear pelas indicações dos professores garante a correlação pedagógica entre o acervo e os cursos/programas.

5.1 ETAPAS DA AQUISIÇÃO – COMPRA

  • Coordenador de curso – faz a relação das bibliografias com os referidos quantitativos conforme percentual de número de alunos segundo instruções do MEC, relacionando a bibliografia básica e complementar seguindo formulário padrão e encaminha para a Direção de Escola do qual seu curso faz parte;
  • Diretoria da Escola – envia para a Diretoria administrativa consolidar os dados em planilha única dos cursos que fazem parte da mesma Escola e encaminha via email para a Biblioteca realizar a validação dos dados, existência da obra no cervo, quantitativos e ano de edição;
  • A Biblioteca – encaminha a planilha revisada para a Diretoria Administrativa esta insere os itens no sistema indicado de cotação que deverá seguir os trâmites de autorização para Compras;
  • O setor de compras – solicita os orçamentos (mínimo de 3), quando recebe o retorno dos fornecedores informa aos coordenadores de cada curso os itens que estão esgotados para substituição e encaminha para a Direção administrativa aprovar os novos orçamentos;
  • A Diretoria Administrativa – Após aprovação, solicita emissão de Ordens de Compras e encaminha para o almoxarifado;
  • O almoxarifado – recebe as aquisições, faz as contagens dos quantitativos de caixas e envia para o setor de processamento técnico da biblioteca;
  • A Biblioteca – faz a análise das obras com a Nota de Entrada e relação de obras solicitadas. Se houver divergências de títulos, autores, ano de edição, etc. a obra é devolvida ao almoxarifado para providenciar as trocas;

Quando o recebimento da obra é aprovada, segue a Nota de Entrada ( que é o espelho da Nota Fiscal) para o almoxarifado liberar no sistema RM para que a biblioteca visualize o título e possa dar prosseguimento as etapas de preparação da mesma para inserir no acervo.

5.2 DOAÇÕES

Os matérias recebidas como doações, sem uma solicitação antecipada, serão submetidos aos mesmos critérios do acervo e após consulta a especialistas no assunto e, se necessário, poderá dispor das seguintes maneiras:

  1. a) incorporá-las ao acervo;
  2. b) doá-las a outras instituições;
  3. c) descartá-las;

É enviado ao doador uma carta de agradecimento, que é um documento que além de agradecer o deixará ciente de que a biblioteca recebeu sua doação, porém, só fará parte do acervo se realmente for útil ao mesmo.

5.3 INTERCÂMBIO DE PUBLICAÇÕES

A Biblioteca da Universidade Potiguar poderá efetuar intercâmbio com algumas instituições congêneres que nos enviam e/ou solicitam as nossas publicações ( que atualmente estão em versão eletrônica ).

6. EXPANSÃO E ATUALIZAÇÃO DO ACERVO:

  • Através de indicações do corpo docente para atender aos projetos pedagógico;
  • Por doações e permutas;
  • Pelo serviço de reserva realizados pelo usuário que forma uma lista dos livros mais solicitados (que podem ser adquiridos);
  • Pela renovação das assinaturas de periódicos em papel e meios eletrônicos;
  • Pela renovação de assinaturas de livros eletrônicos;
  • Pela manutenção de bases de dados especializadas on line;
  • Pela aquisição de equipamentos adequados para utilização da informação em diversos suportes eletrônicos;

 

7. AVALIAÇÃO DA COLEÇÃO

A avaliação sistemática da coleção deve ser entendida como o processo utilizado para se determinar o valor e adequação da coleção em função dos objetivos da instituição e da biblioteca, possibilitando traçar diretrizes quanto à aquisição, acessibilidade e ao descarte.

Dentre as atividades das bibliotecas, uma das mais importantes é a avaliação da coleção. Esta deverá preceder a avaliação do seu acervo sempre que necessário. A comparação sistemática e contínua entre o solicitado e o existente permite a formação e manutenção de uma coleção atualizada, completa e adequada às necessidades dos usuários, o que torna a avaliação, elemento essencial para o desenvolvimento da coleção. Sua consecução pressupõe os seguintes passos:

  1. Levantamento detalhado do acervo atual (análise quantitativa e qualitativa);
  2. Registro acerca do uso do material existente;
  3. Levantamento da documentação sobre o status quanto dos temas preferenciais, além do acervo;
  4. Contato com a Comissão de Seleção a fim de determinar interesses e expectativas da comunidade acadêmica.

8. REVISÃO DA POLÍTICA DE SELEÇÃO

A Política de Desenvolvimento do Acervo da UnP. Sofrerá alterações sempre que se faz necessário acompanhar as mudanças que ocorrem, quer seja em virtude da modernização, ou para fazer algumas acomodações convenientes a própria Universidade e/ou as exigências do MEC.

 

Acesso Remoto

Se estiver fora da instituição, saiba como acessar remotamente de acordo com os tutoriais a seguir: